Como Alterar Dados do PicPay?

Confira como alterar dados do PicPay em sua conta

Como Alterar Dados do PicPay

Muitas são as razões para procurar saber como alterar dados do PicPay. E, hoje, no Quero Telefone, mostraremos os principais dele.

É possível, sim, procurar por essas informações através do telefone de atendimento do PicPay. Mas existem outras maneiras de ter acesso a esses dados. Algumas, sob muitos aspectos, mais rápidos e fáceis de usar e entender.

Além disso, o suporte da plataforma está entre os maiores benefícios do PicPay. Tanto por conta de sua velocidade no atendimento, quanto pela alta taxa de resolução dos problemas.

E a enorme variedade de canais de atendimento, também, é um dos pontos positivos. Dessa maneira, quando você precisar pesquisar como alterar dados do PicPay, poderá encontrar as informações em vários lugares. Além de outras resoluções.

E um lugar onde você pode encontrar essas informações é, justamente, aqui. Nós, da Quero Telefone, preparamos esses artigo, especialmente, para você. Mostraremos aqui, o passo a passo de como alterar dados do PicPay.

Além disso, falaremos um pouco mais sobre a empresa. Sua atuação e história recente. Para que essas informações estejam, todas, incluídas em um contexto. Fique com a gente e uma excelente leitura.

O que é o PicPay?

Primeiramente, devemos definir, exatamente, o PicPay. Antes de falarmos sobre como alterar dados do PicPay. Para que essa informação não seja fornecida de forma descontextualizada.

O PicPay se apresenta e é chamado, assim, por todos, como um aplicativo e uma plataforma de carteira digital. Como um aplicativo, ele pode ser instalado tanto em smartphones que operam sob o Android quanto naqueles que utilizam o iOS.

Sendo mais popular em aparelhos Android, o PicPay, como carteira digital, é feito para substituir outros meios de transações digitais. Que já substituem os meios físicos de pagamento.

Isso se dá pelo armazenamento dos dados dos seus cartões de crédito. Além disso, é possível fazer uso do saldo que você acrescenta em sua carteira. Dessa maneira, ele funciona, na prática, como um cartão de débito.

Porém, uma carteira digital se mostra muito mais prática que um cartão comum. Seja ele um cartão de crédito ou um cartão de débito. Que já são muito mais práticos que dinheiro físico. Que já, desde algum tempo, está em processo de desuso.

E, para aumentar o uso desse tipo de método de pagamento, o PicPay vem investindo em muitas parcerias. Em primeiro lugar com os próprios comerciantes, que recebem diversos benefícios ao usar a plataforma.

E, em segundo lugar, como operadoras de cartões de crédito e de débito. Sendo a principal delas a Stone.

O PicPay para microtransações

Esse é um dos pontos positivos do PicPay. E ele é muito utilizado por pessoas físicas. Especialmente, naquelas horas em que chega aquela conta, que deve ser rachada entre toda a mesa.

Antes, era necessário que todos passassem os cartões, de acordo com a parte que lhes competia. No entanto, esse se mostra como um processo bastante lento. Que, por vezes, pode ser desconfortável.

Ou, então, apenas uma pessoa faria o pagamento. E ou outros deveriam lhe reembolsar. Às vezes, com dinheiro vivo. Além de ser um processo sujeito a erros, ele, nem sempre, pode ser feito. Algumas vezes, por insuficiência de saldo.

Com o PicPay, o processo é mais rápido e prático. Todos transferem a parte que lhes compete, para uma única conta, que faz o pagamento. Ou, então, ao mesmo tempo, transferem para a conta do estabelecimento.

De fato, existem, ainda, outras vantagens. Se o estabelecimento permitir, o pagamento pode ter descontos. Para todos os que o realizam.

Além disso, a depender das condições do lugar, você pode fazer parcelamentos. Com taxas muito melhores que os cartões comuns. E, por fim, pode ter acesso a ofertas exclusivas, através do PicPay. E a loja, por sua vez, consegue atingir mais pessoas.

Mas qual é a diferença entre o PicPay e o pix?

Como você deve ter percebido, existem muitas semelhanças entre os pagamentos realizados dentro do PicPay e o pix. De fato, essas semelhanças não são à toa.

O PicPay, no entanto, existe há algum tempo. E, até o surgimento do pix, era a única forma de se fazer pagamentos na hora. Visto que os seus pagamentos são consolidados em frações de segundos.

Além disso, em ambos os casos, os pagamentos podem ser feitos a qualquer hora do dia ou da noite. E em todos os dias. Mesmo em feriados e fora do horário de funcionamento dos bancos.

Mas existem diferenças. Especialmente ao sigilo dos dados e à praticidade. Tomando o pix como exemplo, ao cadastrar as suas chaves, você pode optar por um celular, um e-mail ou o seu CPF.

Sendo assim, quando solicitar um pagamento, é preciso fornecer um de seus dados pessoais, ao fazer isso. O que, por vezes, não queremos divulgar, a depender da pessoas com a qual fazemos a transação.

Logicamente, que existe a possibilidade de se utilizar uma chave aleatória. No entanto, essa é loga e pouco intuitiva, tornando a operação um pouco menos prática.

Quando utilizamos o PicPay, a chave compartilhada com quem realizará o pagamento é o próprio nome do usuário. Que é muito fácil de ser lembrado. E, além disso, não compartilha nenhum dado pessoal de quem recebe.

Devemos nos lembrar que, no ato do cadastro, os dados são pedidos ao usuário. Isso é feito para que se evitem fraudes e roubo de dados.

No entanto, eles são mantidos em sigilo. E não são compartilhados com nenhuma outra pessoa ou empresa.

Como alterar dados do PicPay?

Quando você faz o seu cadastro, dentro do PicPay, vários dados são solicitados. Como, por exemplo, o seu CPF, sua data de nascimento, nome completo e, depois, os dados dos seus cartões de crédito.

Como já dissemos, esses dados são solicitados para evitar que outra pessoa se cadastre se passando por você. Ou que uma pessoa passa vários cadastros, dentro da plataforma. Entre outros tipos de fraudes.

No entanto, alguns dados podem sofrer alterações. Como a troca de um cartão de crédito, a mudança de um e-mail, ou uma atualização de senha, por exemplo.

Isso sem contar, aquelas situações em que cadastramos um dado de maneira errada. Como, por exemplo, um erro de digitação no CPF ou, até mesmo, em nossos nomes, por conta da pressa ou simples desatenção.

Mas sempre é possível corrigir esse s problemas. E, como estamos falando do PicPay, todas essas correções podem ser feitas dentro do próprio aplicativo. Veja o passo a passo logo abaixo.

Clique em ajustes

Na tela principal do aplicativo, você deve clicar em Ajustes. É aqui que são feitas as principais alterações nas configurações. Na prática, todas elas.

Selecione o dado a ser alterado

Uma vez nessa tela, selecione o dado que você deseja alterar. Os dados que podem ser modificados, estão habilitados.

Salve as alterações realizadas

Quando clicar, faça as alterações para os dados corretos. E, em seguida, clique em Salvar alterações. Pronto. Esse é o procedimento de como alterar dados do PicPay. Bastante rápido e prático. E pode ser feito a qualquer hora.

No entanto, recomendamos, sempre, que você tenha cuidado ao inserir ou modificar os seus dados. Eles são, de toda forma, informações sensíveis e pessoais. Além disso, você está lidando com o seu dinheiro e, quanto mais cuidado tomar, melhor.