Como Saber Minha Conta do PicPay?

Como Saber Minha Conta do PicPay

O PicPay cresceu para muito além de uma simples plataforma de pagamentos. Com aspectos de uma instituição financeira comum, ter meios de como saber minha conta do PicPay é vital. E nós do Quero Telefone percebemos isso.

Por se tratar de uma mudança, relativamente, recente, essas informações não se encontram disponíveis em todos os canais. Não é possível afirmar que você será informado caso ligue para o telefone PicPay, por exemplo.

No entanto, elas já se encontram no site da empresa. Além de diversos comunicados oficiais e reportagens, desde novembro de 2020. Foi a partir dessa data que o PicPay passou a disponibilizar uma conta corrente para seus usuários.

No entanto, muitos ainda não sabem como acessá-la. Isso gerou, até, chamados no Reclame Aqui. Que, prontamente, foram resolvidos, apontando, aos usuários onde encontrar tais dados.

E é, exatamente, isso que pretendemos falar aqui. Esse é um procedimento bastante fácil. Mesmo se comparado a outros processos simples como reativar sua conta no PicPay. No entanto, demanda um pouco de atenção. Especialmente, quanto às suas atualizações.

E, além de mostrarmos como saber minha conta do PicPay, falaremos, também da empresa. Um pouco de sua história, mas, principalmente, como ele opera. Fique conosco e uma boa leitura.

O Que É o PicPay?

Primeiramente, antes de falarmos como saber minha conta do PicPay, falaremos, um pouco, sobre a própria plataforma. Isso para compreendermos, melhor, essa nova funcionalidade dela.

Começaremos falando o que é o PicPay. Ele é uma plataforma de carteira digital. O que, na prática, o coloca como uma plataforma de pagamentos eletrônicos, feita para substituir sua carteira real, no sentido dos pagamentos.

Para tal, o aplicativo, disponível tanto para Android quanto para iOS, armazena os dados dos seus cartões de crédito. Mesmo que eles, também, tenham a função débito. Dessa maneira, eles são usados, em conjunto, ou separadamente, na hora de pagar.

Também, é possível acrescentar saldo em sua carteira virtual. Dessa maneira, o PicPay, na prática, terá um funcionamento semelhante a um cartão de débito.

O objetivo do PicPay, desde a sua fundação foi o de substituir outros meios de pagamento digitais. Que, por sua vez, já vêm substituindo os meios de pagamento físicos.

No entanto, a carteira digital não serve, apenas, para economizar espaço em seu bolso. Como dissemos, é possível, em uma mesma tela, combinar vários métodos de pagamento, de forma transparente, pra uma mesma conta.

Se o estabelecimento, em questão, aceitar PicPay, é claro. O que é, cada vez mais, comum, hoje em dia.

Parcerias Do PicPay

Para viabilizar um projeto tão ambicioso como substituir, em última instância, outros métodos de pagamento, o PicPay se vale de diversas parcerias. E essas se dão em duas frentes principais.

A primeira é a que notamos com mais facilidade. Ela se dá com os comerciantes. Podem ser os donos de empresas grandes, pequenas ou, até, trabalhadores autônimos, que sempre buscam uma forma de atrair novos clientes sem gastar muito.

Essas parcerias podem incluir uma série de benefícios no PicPay. Os mais comuns são as isenções, temporárias de algumas taxas. Mas, em alguns casos, é possível acessar linhas de crédito exclusivas, para alavancar o negócio.

Além disso, existe a parceria com s operadoras de cartões de crédito e de débito. Dentre essas, a mais conhecida é a parceria que foi firmada com a Stone.

Essas parcerias existem em uma tentativa de se diminuir as taxas, durante as transações comerciais. E essas transações vão para muito além dos pagamentos.

Isso pois o PicPay também permite, em parceria com os comércios, o parcelamento de contas. Na verdade, é aqui que as taxas se tornam mais convidativas.

Além disso, existem os descontos praticados à vista. Essas estratégias têm funcionado. Visto que o PicPay tem se popularizado cada vez mais.

Em contrapartida, os comerciantes, sem ter que investir fortunas em propaganda, têm conseguido atrair mais clientes. E os clientes têm ficado bastante satisfeitos com os valores praticados.

Por fim, essas parcerias, também, podem disponibilizar ofertas exclusivas para os usuários de PicPay. Sejam elas à vista ou através de parcelamento.

PicPay e as Microtransações

Como deu para perceber, o PicPay é bastante útil na hora de comprar em lojas. Mas ele também funciona, muito bem, quando o dinheiro vai ser passado de uma pessoa para outra.

Isso pode se dar, por exemplo, quando precisamos dividir uma conta de um restaurante ou delivery. Ou, então, quando vamos comprar algo maior, de maneira coletiva.

Nessas situações, o que ocorria é que, muitas vezes, era necessário que, uma a uma, as pessoas passassem os cartões na máquina. Ou, então, que todos transferissem para uma única pessoa, que pagaria. O que, nem sempre era possível.

Além disso, em ambos os casos, as soluções eram pouco práticas. E, como um dos motes do PicPay é a praticidade, ele vem para resolver esse problema.

Basta que todos transfiram para uma única conta, na hora e sem precisar de dinheiro físico. E, em seguida, essa pessoa faz o pagamento Sem sair do aplicativo e sem demorar mais que alguns minutos, quando muito.

O PicPay Funciona Como Banco?

Na prática, sim. Através de parcerias com bancos digitais, ele pode oferecer diversos serviços ao cliente. Assim é considerado uma instituição financeira.

Porém, ele vai para muito além disso. Isso desde o ano de 2020, quando passou, ainda mais, a ter características semelhantes a outros bancos digitais.

Em novembro daquele, o PicPay anunciou que disponibilizará, aos clientes, um número de agência e conta-corrente. Assim, além de usuários, eles se tornarão correntistas da marca.

Dessa maneira, é possível receber e enviar transferência de e para qualquer banco. Essas, na modalidade TED e pix, que são as que são mais baratas e rápidas dentre as opções.

Isso desde que essas instituições sejam ligadas ao Sistema Brasileiro de pagamentos. Mas todas as instituições legalizadas são parte do SBP.

O código do PicPay, que todas as instituições possuem , é 380. Além disso, o PicPay possui o Identificador do Sistema Brasileiro de Pagamentos.Nesse caso, é o 22896431.

Esses números são mais importantes para as transferências via TED. Visto que, através do pix, são necessárias, apenas as chaves baseadas em CPF, telefone, e-mail ou a chave aleatória.

Porém, nesses casos, para que você faça a transferência, utilizando o PicPay, é preciso selecionar a opção Conta-corrente, no aplicativo. Ainda, a maior facilidade é fazendo transferências utilizando o próprio sistema de pagamentos do PicPay.

Essa mudança no PicPay pode abrir caminho para várias mudanças. A mais provável é uma futura portabilidade do salário para o aplicativo. Hoje, é necessário que se tenha uma conta em outra instituição, para transferir o valor para o PicPay. Mas isso pode mudar.

Como Saber Minha Conta do PicPay?

Segundo a plataforma, é muito fácil o método para como saber minha conta do PicPay. Assim como o código da agência. O primeiro passo é ter o seu aplicativo atualizado. Isso pode ser feito, gratuitamente, tanto para Android, quanto para iOS.

Após fazer isso, basta acessar o seu aplicativo. Os números, tanto da agência, quanto da conta, estarão disponíveis na tela inicial.

Porém, você consegue consultar essas informações sempre que quiser ou precisar. Basta que você clique no botão Adicionar dinheiro. Além da sua conta e agência, aparecerá o código da instituição.

O fato de o PicPay poder funcionar como uma instituição financeira comum, aumenta a quantidade de operações possíveis com ele. Por isso, é tão importante que você saiba qual é sua conta dentro do PicPay.