Como Ser Um Entregador do Mercado Livre?

Como Ser Um Entregador do Mercado Livre

No último texto, falamos dos cupons de desconto do Mercado Livre. Hoje, no Quero Telefone, falaremos de Como Ser Um Entregador do Mercado Livre. Isso é bastante interessante para quem deseja trabalhar nesse ramo.

Para tal, você não precisa ligar para o telefone Mercado Livre ou para o telefone Mercado Pago. O processo é muito mais simples e, sob muitas ópticas, muito completo para quem usa o serviço.

Afinal, o Mercado Livre se põe no papel de revolucionar o varejo na América Latina, nos mesmos moldes que o Ebay fez com a porção norte do continente. Assim, investimentos em logística se fazem necessários.

Entre elas, estão os esforços em logística. Especialmente, na descentralização do serviços. Em primeiro lugar dos Correios.

A empresa estatal, de fato, em muitos casos, entrega onde outras não chegam. Mas, nos grandes centros, existem outras opções. O que, para o vendedor, pode ser muito benéfico.

No entanto, nessas praças, existe uma presença muito forte das transportadoras. Essas, por vezes, podem impor suas condições. Tanto de preço quanto de prazo. O que, algumas vezes, diminui a competitividade das lojas.

Sendo assim, se fazem necessários os entregadores independentes. Esses podem conferir maior agilidade e preços mais acessíveis às entregas. São, de fato, eles, que garantem a chamada entrega no mesmo dia.

Além disso, eles se revelam como uma oportunidade de renda extra para esses entregadores. Mas, para isso, é necessário saber como ser um entregador do Mercado Livre.

Esse é, de fato, o objetivo desse artigo. Mostraremos como tornar-se um entregador da plataforma. Além disso, falaremos, um pouco mais, sobre o próprio Mercado Livre. Fique conosco para saber mais.

Do Que Se Trata o Mercado Livre?

Falaremos um pouco mais sobre a plataforma, antes de mostrarmos como ser um entregador do Mercado Livre. Isso pois o Mercado Livre é muito mais que um simples espaço de compra e venda de produtos.

O Mercado Libre nasceu na Argentina e, aqui, se popularizou. Seu ramo de atividades é a oferta de soluções digitais para o fomento do comércio digital. Isso inclui compra, venda, aluguel, anúncios, pagamentos e logística.

Isso em diversos países. De forma geral, toda a América do Sul. Além de Panamá, Costa Rica, El Salvador, Costa Rica, Guatemala, México, República Dominicana, Honduras e Nicarágua.

Assim, ele se tornou o maior e-commerce da América Latina. Tanto em visitas quanto em colaboradores. Além disso, é um dos que tem maior número de usuários.

Onde o Mercado Livre Atua?

Em muitos setores. Além de trabalhar no mercado varejista e de soluções digitais, ele é um enorme grupo empresarial.

Dentre as empresas que estão sob ele, a que mais se destaca é o próprio Mercado Livre. Mas, para além dele, o grupo fez a aquisição de muitas empresas. Dentre elas, muitos de seus antigos concorrentes.

A primeira que vale a pena falarmos é a Lokau.com, que fez a sua fama, no varejo online em finais da década de 90 e início da seguinte. Outra nesse setor é a Arremate, conhecida, fora do Brasil como DeRemate.com.

Ainda no setor de varejo, ocorreu a aquisição da Classified Media Group, a CMG. Essa se deu em 2008, após a abertura do Mercado Livre na Bolsa.

Porém, muitas empresas surgiram sob o próprio Mercado Livre. A principal foi o Mercado Pago.

Esse surgiu em 2013, como uma facilitadora para as transações dentro do Mercado Livre. Mas, logo, tornou-se algo um pouco maior. E muito maior, atualmente.

Hoje, é uma carteira digital. Assim, ela substitui seus cartões de crédito e as transações em dinheiro vivo, funcionando, também, como um cartão de débito.

O Mercado Pago também é bastante relacionado com a famosa maquininha do Mercado Pago. Essas são ótimas ferramentas para o pequeno empreendedor.

Outra empresa que floresceu no grupo o Mercado Livre Envios. Esse também, fundado em 2013 e crescendo desde essa data.

Com a intenção de diminuir os custos de envios praticados pelas empresas de logística, o Mercado Livre Envios adquiriu diversas empresas de logística ao longo os anos.

Além disso, investiu, até, no setor aeroviário. Isso resultou na criação da Meli Air no ano de 2020.

Como Ser Um Entregador do Mercado Livre?

O sistema de entregas da plataforma mudou, desde o ano de 2018. Assim, como se tornar um entregador do Mercado Livre se tornou mais acessível.

Aqui, devemos citar a nova modalidade Mercado Envios Flex. Ele permite a entrega, ainda, no mesmo dia. Para isso, podem se utilizar de diversos modais. Como, por exemplo, carro, moto ou bicicleta.

No entanto, nem toda as empresas podem lançar mãos desses recursos. E, assim, não ganham o destaque na plataforma.

Por enquanto, esse serviço está disponível, apenas, no estado de São Paulo. Um destaque positivo, para as empresas, é que essas ficam independentes das transportadoras. Já que podem fazer uso de entregadores próprios e independentes.

Esse será responsável por fazer a entrega no mesmo dia. E, por hora, é a única maneira de se trabalhar com esse recurso.

O primeiro passo de como ser um entregador do Mercado Livre é baixar o aplicativo. Esse está disponível, no momento, apenas, para Android.

Através dele, o entregador tem acesso a um leitor de código do produto. Assim, ele funciona de maneira distinta do Uber, por exemplo, que envia chamadas ou notificações de proximidade de produtos.

Uma vez que o entregador tenha o produto em mãos, ele poderá dar início à sua rota. No entanto, você precisará de um pouco de esforço próprio, para ter acesso aos trabalhos.

Isso por conta da ausência de notificações. Dessa maneira, as entregas só chegarão até você por meio de parcerias com os vendedores da região, que possuem conta no Mercado Livre.

Outras Maneiras de Como Ser Um Entregador do Mercado Livre

Como vimos, essa plataforma do Mercado Livre  bastante interessante para agilizar a entrega. Sobretudo em regiões próximas.

No entanto, ela apresenta alguns problemas. Especialmente, se você não conhece vendedores do Mercado Livre.

No entanto, existem algumas opções. Assim, quem está começando poderá ter as mesmas chances que entregadores mais experientes ou mais bem relacionados.

Existe, desde o ano de 2016, a plataforma Eu Entrego. Ela serve para fazer a ponte entre os entregadores independentes e os vendedores que tenham contas no Mercado Livre.

Para fazer parte dessa comunidade, em primeiro lugar, você deve acessar o site da plataforma. Uma vez dentro da página, basta fazer o cadastro no site, clicando em Quero Ser Um Entregador. E isso finaliza a primeira parte.

A segunda parte começa com a instalação do aplicativo no seu celular esse está disponível tanto para Android quanto para iOS.

Uma vez dentro do aplicativo, faço o login, utilizando as mesmas credenciais que utilizou no seu cadastro, no site. Dessa maneira, você já se habilita a fazer as entregas.

Assim, sempre que algum vendedor do Mercado Livre, próximo a você, tiver alguma encomenda para ser feita, você receberá uma notificação no aplicativo. Da mesma forma que aplicativos como o Uber.

Assim, basta que você aceite a encomenda e se torne o entregador daquela ocasião. E, assim que terminar a entrega, estará apto a fazer uma nova entrega.

Conclusão

De fato, ser um entregado do Mercado Livre se mostra como benéfico para todas as partes envolvidas. Do lado do entregador, este tem a oportunidade de fazer uma renda extra. Ou, então, ter uma fonte de renda principal.

Para os vendedores, esses poderão ter as suas encomendas entregues rapidamente. Sem que precisem depender de transportadoras.

Por fim, os clientes têm a tranquilidade de receberem suas encomendas no mesmo dia. Sem precisar esperar para terem o que compraram em mãos.