Internet Banking Caixa – Telefone 0800, Atendimento

Você conhece o Internet Banking Caixa? Conforme informado, esse serviço online funciona como uma espécie de banco 24 horas. Pois por meio dele, é possível acessar os serviços da Caixa de qualquer local do planeta.

Dessa forma, se torna possível realizar consultas, transferências, pagamentos, empréstimos, entre outras coisas. Tudo isso pelo computador ou smartphone, sem a necessidade de ir até uma agência física.

Sendo assim, para conhecer melhor o Internet Banking Caixa, leia este texto criado pelo site Quero Telefone e entenda mais sobre este assunto.

Como usar o Internet Banking Caixa?

Antes de mais nada, para usar o Internet Banking Caixa, é preciso seguir alguns passos. Primeiramente, é preciso se cadastrar no site da Caixa. Pois sem esse cadastro, será impossível acessar o Internet Banking ou qualquer outro serviço no site desse banco.

Seja como for, depois de se cadastrar no site, é preciso digitar o seu usuário na página de login juntamente com sua senha. Pois a partir desse momento, será possível consultar saldos, compras do cartão de débito, extratos, entre outras coisas. Mas para usar o Internet Banking no computador, é preciso instalar o módulo de segurança.

Conforme verificado, para fazer pagamentos e transferências com o Internet Banking Caixa, é preciso cadastrar a Assinatura Eletrônica no site da Caixa. Isso permitirá o acesso a transferências, pagamentos, investimentos, entre outras coisas.

Para acompanhar a sua conta pelo celular, é importante cadastrar o serviço de SMS. Dessa forma, você receberá um torpedo sempre que seu Internet Banking for utilizado. Esse serviço é gratuito e é possível ativá-lo em qualquer terminal de autoatendimento.

Como faço pra ver meu saldo da Caixa pelo celular?

Para ver o saldo da Caixa pelo seu celular, basta seguir os passos abaixo:

  • Primeiramente, faça o download do app da Caixa, que está disponível para Android e IOS;
  • Depois de fazer a instalação, abra o app e digite seu nome de usuário e uma senha, além de outras informações;
  • Aceite os termos e as condições de uso;
  • Preencha os dados restantes, incluindo os bancários;
  • A partir daí, a Caixa enviará um código de ativação por SMS. Insira-o em seu cadastro e use o internet banking para ativar o app em seu celular. Esse código ficará válido por seis horas;
  • Após abrir o app da Caixa, informe sua agência, conta e senha. Isso permitirá o acesso a suas informações. Se seu aparelho móvel tiver um leitor digital, você poderá usá-lo para facilitar o seu acesso;
  • Após fazer todos os passos acima, entre em “Poupança” e escolha a opção “Saldo”. Se quiser mais detalhes, procure a opção “Extrato”.

Como cadastrar o Banking Caixa no aplicativo?

Para fazer esse cadastro, veja os passos abaixo:

  • É preciso fazer o download do app da Caixa, disponível no Google Play ou na Apple Store;
  • Depois disso, entre no aplicativo e toque em “Não tenho usuário”. Leia e aceite o regulamento;
  • Digite as seguintes informações: nome, CPF e data de nascimento. Atenção: caso seu nome tenha cedilha, acento ou qualquer caractere especial, digite-o sem acentos. Ademais, substitua o Ç por C, por exemplo: “Claudio Mourao”, “Conceicao”, “Assuncao”, entre outros;
  • Após fazer isso, digite os seguintes dados: “Agência”, “Tipo de Conta”, “Número da Conta” e “Senha da Conta”. A senha da conta deve ser a mesma que você utiliza no seu cartão de débito;
  • Cadastre sua senha para internet (8 dígitos), memorize-a e clique em “Confirmar”. A partir daí, o acesso ao seu usuário estará liberado;
  • Para fazer login, digite o seu CPF no campo do usuário e a senha para internet.

Acesso por biometria

A princípio, o cadastro por biometria está disponível para celulares que tenham um leitor digital. Para fazer o primeiro acesso, veja os passos a seguir:

Primeiramente, digite o seu usuário e a sua senha, depois ative o botão “leitor digital”. A partir daí, clique em “Acessar minha conta”. Em seguida, no próximo acesso, ponha sua digital no leitor do smartphone e entre em sua conta.

Além disso, vale lembrar que, caso seu aparelho seja formatado ou app da Caixa seja desinstalado, será preciso reativar o leitor digital. Vale lembrar que a biometria serve apenas para entrar na conta. Mas para fazer transações financeiras, é preciso utilizar a Assinatura Eletrônica.

Como gerar o código Internet Banking Caixa?

Antes de mais nada, é preciso fazer login no Internet Banking Caixa e gerar o tal código. Em seguida, entre na conta gov.br e use o código gerado como sua senha. Em alguns casos, talvez a Caixa demore até 48h para permitir o uso do código.

Como Cadastrar Usuário e Senha da Internet

O processo para cadastrar um usuário e uma senha é o mesmo do cadastro do Banking Caixa, inclusive na parte da biometria. A única diferença é que, no caso do Banking Caixa, a senha deve ter exatamente 8 dígitos. Por sua vez, o cadastro de usuário e senha da internet varia entre 6 e 8 dígitos, se for feito em um computador.

É muito importante memorizar o usuário e a senha da Caixa, dessa forma, você poderá consultar sua conta sempre que precisar.

Assinatura Eletrônica no Internet Banking Caixa

A Assinatura Eletrônica é a senha que o cliente utiliza para executar pagamentos, transferências e outras operações. A função desse recurso é garantir a segurança das transações e das movimentações financeiras de sua conta.

É possível cadastrar essa assinatura de duas formas: pelo aplicativo, com desbloqueio feito no autoatendimento ou diretamente no caixa eletrônico da Caixa.

Para cadastrar a Assinatura Eletrônica, siga os passos abaixo:

  • No app da Caixa, entre no ícone “Senhas e Configurações” e escolha a opção “Senhas e Acesso”, em seguida, escolha a opção “Assinatura Eletrônica”.
  • Escolha a conta e clique no botão “Cadastrar Assinatura”, depois disso, leia e aceite o termo. OBS.: se esse botão não estiver ativo, é preciso ir até a sua agência e solicitar a exclusão da Assinatura Eletrônica anterior;
  • Após fazer isso, informe a Assinatura Eletrônica e clique em “Confirmar”;
  • Procure um terminal de autoatendimento e insira o seu cartão com chip. Depois disso, entre nas seguintes opções: “Outros Serviços” > “Senhas e Validações de Acessos” > “Desbloqueio de Assinatura Eletrônica”. A partir daí, digite seu CPF e confirme.
  • Pronto, sua Assinatura Eletrônica está cadastrada.

Após cadastrar a Assinatura Eletrônica, cadastre seu número de celular para receber um SMS da Caixa. Esse processo é gratuito e totalmente seguro.

Como cadastrar seu dispositivo no Internet Banking Caixa?

A saber, para cadastrar seu dispositivo no Internet Banking, clique nas seguintes opções: < Senhas e Configurações < Cadastrar Dispositivos < Gerenciar. Digite um apelido para o seu aparelho móvel e defina quanto tempo o seu cadastro vai durar.

Depois disso, entre na opção “Como deseja ativar este dispositivo?” e escolha uma das alternativas abaixo:

  • Receber via SMS o código para ativação;
  • Ativar por outro dispositivo já cadastrado;
  • Pelo autoatendimento.

Atenção! Se o botão não estiver ativo, talvez você não tenha cadastrado o serviço de SMS. Após fazer esse cadastro, clique em “Continuar” e aguarde o SMS com o código de ativação. Se a mensagem não chegar, clique em “Reenviar código”.

A partir desse momento, basta inserir o código de ativação recebido e clicar em “Continuar”. Depois que fizer isso, seu dispositivo estará cadastrado, o que lhe permitirá fazer pagamentos, transferências e outros serviços no Internet Banking Caixa.

Outras informações sobre a Caixa

Conforme verificado, a Caixa foi fundada em 12 de janeiro de 1861, esse banco nasceu com o nome de Caixa Econômica da Corte e seu fundador foi Dom Pedro II. Quando foi criada, a Caixa pretendia conceder empréstimos de penhor e incentivar a população a usar a poupança. Naquela época, os empréstimos tinham a proteção do governo imperial.

Naquele momento, a proteção de empréstimos tornou-se o diferencial da Caixa. Até então, nenhuma instituição financeira havia dado qualquer tipo de garantia aos seus clientes. Ademais, os bancos do século XIX tinham juros muito abusivos.

Conforme o tempo passou, a Caixa ganhou o rótulo de banco dos menos favorecidos, pois até mesmo escravos podiam fazer depósitos. Ao guardar seu dinheiro na Caixa, os escravos viam a possibilidade de comprar sua carta de alforria no futuro.

Apesar dos empréstimos sob penhor serem a primeira ideia da Caixa, ela só pôde exercer essa função em 1934, quando recebeu autorização do então presidente Getúlio Vargas (1882-1954).

Finalmente agora atualmente, a Caixa é o maior banco público latino-americano. Pois mesmo tendo um grande trabalho comercial, esse banco possui vários programas sociais como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), Programa de Integração Social (PIS) e alguns programas focados na habitação popular. Além disso, esse banco também possui o Seguro-Desemprego e o Bolsa Família.

Encontre uma agência da Caixa

A princípio, se você precisa encontrar uma agência da Caixa, e ver qual está mais próxima da sua região. Após entrar no site, digite o tipo de atendimento que você deseja, escolha o seu estado e digite o nome da sua cidade. Depois que fizer isso, clique no botão “Buscar”.

Mas vale lembrar que, desde o dia 8 de agosto de 2020, todas as agências da Caixa atendem de segunda à sexta-feira, das 08hs às 13hs.

Fale com o suporte da Caixa

Em resumo, para falar com o suporte da Caixa, o número é 0800 726 0101. Pois ao ligar para esse telefone Caixa, você aciona o SAC da Caixa, que está disponível de segunda a sexta-feira, das 09hs às 21hs e, aos sábados, das 09hs às 15hs.

Ademais, para quem vive fora do Brasil, o telefone da Caixa é 55 (61) 3533-2000. Além disso, esse setor recebe ligações a cobrar e o atendimento dele é em português.

Para quem possui deficiência auditiva, o número do suporte da Caixa é 0800 726 2492. Esse canal de atendimento está disponível 24 horas por dia.

Internet Banking Caixa

Suporte da Caixa – setor tecnológico

Para falar com o suporte tecnológico da Caixa, ligue para 3004 1104 (capitais e regiões metropolitanas) ou para 0800 726 0104 (demais localidades).

Ao acionar esse contato, será possível esclarecer dúvidas sobre os apps da Caixa e sobre toda a parte tecnológica desse banco. Ou seja, será possível falar sobre sistemas, site da Caixa, caixas eletrônicos, suporte operacional, entre outras coisas.

Ao acionar o atendimento empresarial e convênios, é preciso ligar entre segunda e sexta-feira, das 08hs às 22hs e, aos sábados, das 07hs às 13hs, exceto em feriados nacionais.

Para acionar o suporte para empresas, estados e municípios, é preciso ligar entre segunda e sexta-feira, das 07hs às 22hs, exceto em feriados nacionais.

Ao acionar o suporte de produtos com horário integral (site da Caixa e Internet Banking), o atendimento está disponível em todos os dias da semana, 24 horas por dia.

Quais são as redes sociais da Caixa?

Além do Internet Banking Caixa e dos outros serviços oferecidos, esse banco possui outro modo de falar com o seu público: as redes sociais.

Além de mostrar diversas informações, as redes sociais da Caixa funcionam como canais de atendimento. Por exemplo, ao entrar no Facebook da Caixa, é possível enviar mensagens e tirar várias dúvidas. Para conhecer as redes sociais da Caixa, clique em um dos links abaixo:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Acesse a CAIXA pelo Google Assistente

O Assistente Virtual da Caixa possui vários serviços úteis. Com esse recurso, é possível ver as taxas de câmbio operadas na Caixa, os resultados das Loterias e as datas de cada sorteio, informações sobre os cartões da Caixa, FGTS, Bolsa Família, entre outras coisas.

Onde Reclamar Sobre a Caixa?

Geralmente, as empresas procuram atender os clientes da melhor forma possível. Ao mesmo tempo, elas buscam oferecer facilidade, comodidade e uma excelente experiência de compra, seja no site ou em suas lojas físicas.

A princípio, o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) e a ouvidoria são setores de atendimento que procuram resolver o problema de seus clientes. Entretanto, existem situações em que o atendimento não é eficaz.

Por isso, este texto mostrará alguns canais voltados para a resolução desses problemas. Aliás, esses canais de reclamação podem ser acionados gratuitamente por qualquer pessoa. A seguir, saiba onde um consumidor pode fazer suas reclamações.

Procon

Se, de alguma maneira, o consumidor perceber que foi prejudicado por alguma empresa, ele pode acionar o Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON). Como o PROCON é um órgão estadual, cada unidade trabalha de acordo com as regras de seu respectivo estado.

Com autoridade dada pelo Poder Executivo municipal e estadual, essa instituição tem como objetivo garantir os direitos e interesses dos consumidores. Como a população pode falar diretamente com o PROCON, ela tem um defensor para brigar por seus direitos.

Em suma, uma das principais tarefas do PROCON é atender ao consumidor lesado por alguma empresa. Em boa parte dos casos, o reclamante é atendido presencialmente. Entretanto, não há nenhuma restrição legal que impeça o PROCON de usar e-mail, telefones ou até mesmo cartas para falar com as pessoas.

Para entrar em contato com o PROCON de seu estado, vá até o Google e digite “PROCON” + o nome de seu estado. Depois disso, basta entrar no site do seu PROCON e procurar pelos canais de atendimento.

Consumidor.gov.br

No site Consumidor.gov.br, é possível falar diretamente com as empresas reclamadas. Todas as empresas cadastradas no site se comprometem a receber, analisar e responder as reclamações de seus consumidores em até 10 dias.

Como funciona

Primeiramente, o consumidor verifica se a empresa que o lesou está cadastrada no site. Em seguida, ele registra a reclamação e espera a resposta da empresa, que não pode passar de 10 dias.

Após receber a resposta, o consumidor terá 20 dias para comentar e avaliar a resposta da empresa. Nesse comentário, o reclamante deve explicar se a reclamação foi Resolvida ou Não Resolvida. Logo depois, ele deve mostrar seu nível de satisfação com o atendimento recebido.

Vale lembrar que, o Consumidor.gov.br não substitui o trabalho feito pelos Órgãos de Defesa do Consumidor. Aliás, para falar com qualquer um desses órgãos, é necessário acionar os seus respectivos canais de atendimento.

Se não for possível resolver o problema no Consumidor.gov.br, você deve acionar as Defensorias Públicas, PROCONS, Juizados Especiais Cíveis e outros órgãos do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. Dessa forma, você receberá boas orientações para brigar por seus direitos.

Juizados Especiais Cíveis

Os juizados especiais cíveis representam instâncias específicas da Justiça de cada estado. Qualquer pessoa física maior de 18 anos pode acionar esse juizado e fazer a sua queixa.

Vale lembrar que, as causas recebidas pelos juizados especiais não podem ser maiores que 40 salários mínimos. Se o valor da causa estiver acima disso, a indenização do reclamante ainda ficará dentro desse limite.

Por outro lado, se a causa recebida pelo juizado estiver abaixo de 20 salários mínimos, não será preciso ter um advogado. Contudo, se o valor estiver acima desse limite, a presença do advogado será obrigatória. Para saber quanto custa ter um advogado, é preciso olhar as tabelas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de cada estado.

Para registrar uma queixa no juizado, os documentos devem ser manuscritos. Ademais, é preciso ter cópias do RG, CPF, comprovante de residência e outros documentos que podem fazer parte da queixa. Ademais, a queixa deve ter os dados da pessoa acionada, como nome, endereço, nacionalidade e profissão.

Para lidar com as causas recebidas, os juizados especiais costumam priorizar os acordos. Por isso, eles tendem a convocar audiências de conciliação. Entretanto, se as partes não chegarem a um consenso, o juiz do caso pode determinar uma sanção. Geralmente, as sanções são aplicadas quando o juiz percebe que o consumidor está com a razão.

Justiça Comum

Caso o problema não seja resolvido no juizado especial, o reclamante pode acionar a justiça comum. Para isso, o consumidor terá que recorrer ao Tribunal de Justiça do seu estado. Nesse caso, independentemente do valor da causa, a contratação de um advogado é obrigatória.

Vale ressaltar que, o Tribunal de Justiça não trata seus processos de forma rápida. Aliás, a conclusão da causa dependerá muito da posição do consumidor na fila daquele tribunal.

Proteste.org.br

Para reclamar no Proteste.org.br, basta ligar para o número 4020-7747. O atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 09h às 18h. Além do telefone, você também pode acessar o site da empresa. Ao entrar nessa página, basta ir até a barra de pesquisa e digitar o nome da empresa reclamada.

Depois disso, clique em “Começar” e siga as instruções pedidas pelo site. Por fim, espere o site dar um retorno sobre a sua reclamação. Se seu problema não for resolvido, refaça o processo.

Agências reguladoras

Em nosso país, as agências reguladoras são órgãos governamentais que regulam e fiscalizam a atividade de um determinado setor da economia. Basicamente, as agências reguladoras têm poderes especiais para legislar sobre o funcionamento do mercado.

Em suma, são esses órgãos que montam, de forma específica, os parâmetros mínimos de funcionamento das empresas de algum setor. Por exemplo, no Brasil, existem agências reguladoras voltadas para diversos seguimentos. Elas lidam com telecomunicações, saneamento, energia, aviação, saúde, transporte, bancos, entre outros.

Principais agências reguladoras do Brasil

Em nosso país, as agências reguladoras estão divididas entre 12 autarquias que trabalham com vários tipos de segmento. A seguir, conheça as principais agências reguladoras do Brasil:

  • Anatel;
  • ANS;
  • Anvisa;
  • Anac;
  • Aneel;
  • ANP;
  • ANTT;
  • BACEN.

Site Reclame Aqui

No site Reclame Aqui (RA), clientes insatisfeitos deixam reclamações sobre as mais diversas empresas. Logo depois, as empresas reclamadas verificam as queixas e buscam solucioná-las de forma rápida e eficiente. Em seguida, o reclamante avalia as soluções propostas pela empresa. Por fim, ele dá uma nota de 0 a 10 para a forma como tudo foi resolvido.

Vale lembrar que, se o reclamante não gostar da solução apresentada pela empresa, ele pode fazer uma nova reclamação. Além disso, é bem provável que ele dê uma nota baixa para solução apresentada anteriormente.

WhatsApp do Reclame Aqui

Você pode ter certeza de que o novo recurso do WhatsApp é ao mesmo tempo seguro e rápido, graças ao Reclame AQUI. Esse recurso tem um adesivo de verificação verde ao lado do nome e da imagem e foi usado por você. Confira o número (11) 97062-2753.

Banco Central

Primeiramente, antes de fazer uma reclamação no Banco Central (BACEN), é preciso tentar uma conversa com o seu banco. Durante essa conversa, é crucial anotar o protocolo de atendimento. Vale lembrar que, como esse processo é uma via administrativa, não será preciso contratar um advogado.

Afinal de contas, a única coisa necessária para fazer uma reclamação no Banco Central é justamente o número do protocolo. Se você ainda não tem esse número, siga os passos abaixo:

  • Vá no serviço de atendimento de seu banco e registre sua queixa;
  • Se a queixa não for resolvida, procure a ouvidoria do banco;
  • Se, mesmo assim, o problema não for solucionado, siga as instruções que serão mostradas neste texto e faça uma reclamação no Banco Central.

Após falar com seu banco e seguir os passos anteriores, esteja com número do protocolo em mãos. Além disso, você terá que saber o dia e a hora em que foi feita a reclamação. Nas próximas linhas, você aprenderá a fazer uma queixa no Banco Central.

Como reclamar no Banco Central

Primeiramente, é preciso entrar em contato com o Banco Central. Para isso, basta fazer uma ligação para o número 145 ou acessar diretamente o site da instituição.

Já no site do Banco Central, vá em “registrar reclamação” e faça login no cadastro do Gov.br. Se você não estiver cadastrado no site, não se preocupe, pois o processo é rápido e pode ser feito na hora.

Por fim, faça um texto falando sobre seu problema e siga as instruções mostradas no site. Se for preciso, você pode anexar arquivos em sua reclamação para provar que sua história é verdadeira.

Após receber tua reclamação, o Banco Central entrará em contato com o teu banco e falará sobre a queixa recebida. A partir daí, será preciso aguardar 10 dias úteis para que teu banco entre em contato com você.

Se, mesmo assim, o problema não for resolvido, será preciso falar com o BACEN novamente e refazer todo o processo. Contudo, isso não é muito comum, pois a porcentagem de conflitos resolvidos pelo Banco Central é bem alta.

Deixe seu comentário

66 − = 63