Saiba onde reclamar

Onde reclamar: trouxemos aqui, os canais de reclamações dos consumidores mais comuns, para resolver diversos tipos de problemas.

Na economia, o papel do consumidor é de extrema importância. Afinal de contas, é ele quem irá comprar as mercadorias ou solicitar algum tipo de serviço.

Quando o produto adquirido ou o serviço prestado ir de encontro com as necessidades do consumidor, a empresa fornecedora pode ficar tranquila, pois receberá bons elogios e ótimas avaliações.

Contudo, caso a mercadoria ou atividade executada não esteja de acordo com o combinado, ou o que é esperado pelo cliente, a organização prestadora pode aguardar que haverá algum tipo de retorno negativo.

Normalmente, essas negativas vindas dos consumidores são feitas em algum dos canais específicos para reclamações.

Algumas empresas, para facilitar esse tipo de comunicação com o cliente final, oferecem Serviços de Atendimento ao Consumidor, os famosos SACs, nos quais são recebidas as reclamações por um atendente.

Há também aquelas empresas que possuem um setor conhecido como Ouvidoria. Ele serve especificamente para solucionar os problemas dos clientes com algum produto ou serviço ofertado pela organização.

Mas, mesmo com o SAC e a Ouvidoria, existem empresas que não são capazes de resolver de maneira efetiva o problema que o cliente está enfrentando naquele momento.

Logo, o consumidor se vê em uma situação complicada, já que ele necessita de uma resolução rápida e eficaz para aquele caso.

Então, o que fazer nesses casos? Há quem recorra para ter seus problemas resolvidos? Pois bem! Existem outros canais que podem servir como caminhos para solucionar algum dilema que o cliente esteja enfrentando junto a empresa.

Portanto, continue lendo, e confira aqui quais são os principais canais de reclamações dos consumidores.

Canais de reclamações dos consumidores

Esses canais não são apenas para reclamar, mas também fazer valer os direitos dos consumidores ao adquirirem determinado produto ou serviço.

Se você precisa resolver algo e já se cansou de falar com o SAC ou Ouvidoria da empresa, então, convidamos você a conhecer outros canais de reclamações que podem te ajudar nessa situação.

Procon

O canal mais conhecido de reclamações para consumidores é o Procon, que nada mais é do que um órgão criado no Brasil, com o objetivo de proteger os consumidores e garantir o cumprimento dos seus direitos.

Sua atuação ocorre em todo o território nacional, mas, em cada estado, é possível encontrar uma sede, que irá atender às necessidades daqueles consumidores. Há diversas cidades que possuem prédios do Procon para facilitar o acesso da população.

É possível buscar o auxílio do Procon da sua região para diferentes situações como, por exemplo, propaganda enganosa, produtos que foram adulterados, serviços fornecidos de maneira inapropriada, cláusulas de contratos que tenham teor abusivo.

Enfim, são muitas as ocasiões em que o consumidor poderá acionar o Procon, para validar os seus direitos.

Pode ser que haja algumas diferenças nas atuações em cada estado. Mas é comum a todos os Procons, a promoção de um atendimento gratuito tanto para a pessoa física quanto jurídica.

Além disso, há ainda o atendimento presencial, online ou via telefone, de acordo com a necessidade do consumidor.

Assim que as reclamações são feitas no órgão, ocorre um processo administrativo, no qual se apura toda a situação que envolve o consumidor, e sua relação com o fornecedor.

Se estabelece ainda um prazo para a realização da análise do caso, e o retorno do fornecedor com alguma solução cabível para o consumidor.

Nesse momento há dois caminhos: o arquivamento do caso se for solucionado; ou o prosseguimento, se a solução não estiver de acordo com o esperado pelo consumidor.

Na segunda opção, o caso retorna ao fornecedor que terá de oferecer uma nova solução para finalizar o caso.

O atendimento do Procon vai desde casos alimentícios até assuntos financeiros, sobre saúde e, inclusive, consórcios.

Consumidor.gov.br

Outra forma de reclamação criada pelo Governo Federal, é a plataforma do consumidor.gov.br. O intuito desse site é mediar os conflitos que surgem entre os fornecedores e seus consumidores.

Para utilizar esse serviço, é necessário realizar um cadastro no sistema. Em seguida, você deverá pesquisar pelo site, a empresa sobre a qual pretende fazer a sua reclamação. Ela precisa estar registrada na plataforma.

Assim que a encontrar, é possível criar uma reclamação acerca do serviço ou produto, e aguardar o retorno. Normalmente, a resposta é dada em até dez dias úteis.

Quando receber a resposta, é o momento em que o consumidor deve analisar se o caso foi ou não resolvido, se a solução que obteve não solucionou o problema. Então, a empresa terá um novo prazo para se manifestar, que é de até vinte dias.

Todo o procedimento pode ser feito online e de forma gratuita. E não se preocupe com suas informações, pois o site é bastante seguro e confiável. Afinal de contas, é uma plataforma monitorada pelos Ministérios Públicos e as Defensorias Públicas.

Atualmente, há mais de 500 empresas cadastradas no site. Nessa lista, você poderá encontrar os principais supermercados, companhias de energia, e-commerces, fabricantes de eletrônicos e muitos outros.

Proteste.org.br

Essa terceira sugestão de canal para fazer suas reclamações, não tem ligação com o governo. Na realidade, o site da Proteste é uma associação que não possui fins lucrativos, e não é afiliada a qualquer partido do país.

Seu surgimento ocorreu no ano de 2001, e seu principal objetivo é o de defender os direitos dos consumidores. Mas, para que a Proteste possa te ajudar, é importante estar associado a essa organização.

Isso porque a plataforma conta com conteúdos exclusivos, e também serviços específicos para facilitar a vida dos consumidores.

Primeiramente, precisamos mencionar que a Proteste possui uma equipe completa de assessores que darão todo o suporte para os associados, e ajuda na defesa e execução de seus direitos junto aos fornecedores.

Além disso, a associação distribui para seus apoiadores revistas com testes comparativos e outros artigos pertinentes na área do direito do consumidor.

E caso seja necessário realizar alguma reclamação sobre empresas que não realizaram o combinado, a Proteste irá intermediar a situação, para fazer valer os direitos de seus associados.

Para se manter em atividade e proporcionar todos esses benefícios, a Proteste conta com uma mensalidade de seus associados. Se desejar ser membro, basta acessar o site e se informar sobre como se associar.

Banco Central

Um dos grandes problemas que cercam os consumidores, são questões relacionadas a alguma instituição financeira ou consórcios, sendo que, nesses casos, o ideal é realizar uma reclamação diretamente junto ao Banco Central.

É bastante comum esse órgão do Governo receber esse tipo de reclamação, pois a principal função do Banco Central do Brasil (Bacen), é o de fiscalizar o funcionamento dos bancos, e demais instituições financeiras que são autorizadas a prestar serviços pelo país.

Assim sendo, o Bacen é um órgão que atua nacionalmente, podendo receber reclamações de diferentes estados. Por isso, é também um dos canais de reclamações dos consumidores muito utilizado.

Sobre a utilização desse serviço, tanto pessoas físicas quanto jurídicas podem registrar suas reclamações.

Devido ao período de pandemia do país, o Banco Central suspendeu temporariamente o atendimento presencial.

Dessa forma, você poderá fazer o registro da sua reclamação através do site ou telefone que eles disponibilizam.

Mas é importante frisar que o atendimento via telefone é mais demorado. Logo, o ideal é realizar esse registro pela internet.

Veja abaixo como contatar o Banco Central:

  • Telefone: 145 (atendimento de segunda à sexta no horário das 8h às 20h);
  • Internet: https://www.bcb.gov.br/acessoinformacao/faleconosco;
  • Postal: encaminhe para o seguinte endereço –  Banco Central do Brasil – Departamento de Atendimento Institucional – Divisão de Atendimento ao Cidadão / SBS Quadra 3 Bloco B – 1º SS – Edifício-Sede – CEP 70074-900 – Brasília – DF.

Reclame aqui

Por fim, vamos falar de um dos canais de reclamações dos consumidores mais famosos, na hora de realizar suas reclamações sobre empresas: a página do Reclame Aqui.

Muitas pessoas hoje, fazem uso desse canal para expor suas opiniões, ou casos que viveram com determinadas empresas.

Mas o site não é apenas um local para reclamar. Afinal, ele também serve para que o consumidor pesquise mais sobre a empresa antes de fechar qualquer tipo de negócio.

Isto porque os demais usuários do site costumam avaliar suas experiências, e relatar a forma como determinadas organizações os atenderam.

Essa troca de informações, sem dúvida, ajuda outros consumidores a conhecerem melhor a reputação das empresas, antes de adquirirem seus produtos ou serviços.

E para reclamar sobre algo que aconteceu, você precisa apenas fazer o cadastro no site. O registro dos seus dados ocorre de forma rápida, segura e totalmente gratuita.

Assim que finalizar o cadastro, coloque sua reclamação no site. A plataforma irá notificar a empresa, e eles poderão dar uma resposta para você para, assim, finalizar a situação da melhor maneira.

Onde Reclamar

Onde reclamar: Defensorias Públicas

Quando o direito de uma pessoa é violado, nem sempre esse cidadão tem recursos financeiros para recorrer à justiça.

Por isso, existem as Defensorias Públicas, as quais contam com advogados que irão prestar atendimento jurídico à população, que precisa ter um local onde reclamar.

Nesses atendimentos, as pessoas poderão obter as devidas informações e orientações de como a pessoa deve proceder para ter o seu direito respeitado, inclusive em casos relacionados à compra de produtos ou a aquisição de serviços.

Em cada estado, é possível solicitar o auxílio da Defensoria responsável por aquela região. Mas, para isso, é necessário se dirigir à sede. De lá, o seu caso será encaminhado para um defensor público, que irá prestar o atendimento de forma gratuita.

Aqui, você confere os contatos das defensorias públicas.

Onde reclamar: Juizados Especiais Cíveis

É importante destacar que o Juizado Especial Cível (JEC) não trabalha apenas com a apuração de casos relacionados ao direito do consumidor. Na realidade, a sua competência está relacionada à apuração e resolução de pequenas causas da população.

Logo, situações que necessitam de uma resolução mais ágil, normalmente recorrem ao JEC, para ter um espaço de onde reclamar. Nesses atendimentos, o principal objetivo é entrar em um consenso entre as partes, para que o caso não fique extenso e moroso.

Todas as ações que ocorrem no JEC, são gratuitas e podem atender pessoas físicas, microempreendedores e pessoas jurídicas.

Confira aqui o contato do juizado da sua região.