Reclame Aqui Mercado Livre

Reclame Aqui Mercado Livre

Nós, do Quero Telefone, entendemos a necessidade de se conhecer a empresa com a que tratamos. E isso inclui o ato de pesquisar, no Reclame Aqui, o Mercado Livre. Isso pois esse site se mostra quase como um serviço de utilidade pública.

Dessa maneira, se mostram, também, como um complemento de informações obtidas, por exemplo, através do telefone Mercado Livre ou do telefone Mercado Pago. Isso sem, necessariamente, se opor a elas.

Essas informações se mostram como importantes pois, além dos produtos mais vendidos no Mercado Livre, a plataforma trabalha com um ativo muito mais valioso. O principal produto da empresa é a sua própria credibilidade.

Sendo assim, ter acesso ao Reclame Aqui do Mercado Livre é fundamental para fazer o correto julgamento da empresa. E, assim, atestar a sua devida credibilidade.

Por essa exata razão, preparamos esse artigo para você. Aqui, mostraremos como você pode acessar o Reclame Aqui do Mercado Livre e os principais pontos de interesse dessa pesquisa.

Além disso, falaremos um pouco mais da empresa, como um todo. Fique com a gente e tenha uma boa leitura.

Do Que Se Trata o Mercado Livre?

Antes de falarmos sobre o Reclame Aqui do Mercado Livre, devemos colocar a própria plataforma dentro de um contexto. Afinal, muitas pessoas possuem uma visão um tanto limitada do que se trata o Mercado Livre.

A noção que temos do site, antes de o conhecermos a fundo, é de que se trata de um site onde podemos vender e comprar, praticamente, tudo. Porém, ele se trata, antes de tudo, de uma empresa que fornece tecnologia a seus usuários.

No entanto, trata-se de tecnologia, exclusivamente, voltada ao setor de varejo. Em todos os seus aspectos: compra, venda, aluguel, pagamentos, anúncios e logística.

No entanto, o seu primeiro objetivo era, de fato, ser líder no setor de varejo. Quando seus sócios estudavam, nos EUA, tinham a meta de fazer do Mercado Livre, uma referência na América Latina. Nos mesmos moldes que o eBay era em seu país de origem.

Seu nome, fora do Brasil é Mercado Libre. Visto que foi fundado na Argentina, terra natal de parte de seus sócios. E onde fica uma de suas sedes principais. Sendo muito influente, até hoje.

A outra partes dos sócios é do Brasil. Logo, nada mais natural que a segunda sede da empresa seja no Brasil. E esse ato marcou uma explosão no crescimento do grupo. Isso pois o mercado brasileiro é muito maior que o argentino.

Porém, além dessas duas nações, o Mercado livre se expandiu, ao longo da América Latina. Ao todo, praticamente por todo o continente, sua área de atuação se encontra em 19 países, alcançando o seu objetivo.

Segundo a última divulgação, em 2016, são 174,2 milhões de usuários. E o de colaboradores também é gigante. Em 2016, eram 4 mil. Quatro anos depois, já passavam de 15 mil.

Onde Atua o Mercado Livre?

Como dissemos, o Mercado Livre se expandiu por todo o continente. Logo, é normal que ele cresça na outra direção possível. Ou seja, aumente os setores em que atua, visto que já se consolidou no setor de varejo e de tecnologia.

Sendo assim, ele se voltou para tornar-se um grande grupo empresarial. Mesmo que todas as suas empresas sejam voltadas para o varejo. E todas as atividades que lhe são correlatas.

Todas as marcas dentro do Mercado Livre seguem, então, os mesmos objetivos. E a maior, dentre todas essas marcas, é o próprio Mercado Livre.

Uma posição (dentro e fora do grupo) merecida. Isso pois, durante a expansão de qualquer iniciativa, não é possível evitar conflitos. Esses se deram quando o Mercado Livre começou a adentrar o território de seus concorrentes.

Nesses casos, a solução mais pacífica é, sem dúvidas, a aquisição. E o Mercado Livre já tinha perícia e capital para lidar com esse tipo de compra.

Dentre as empresas adquiridas, duas delas merecem destaque. Tratam-se da Lokau.com e da Arremate.com (conhecida, fora do Brasil, como DeRemate.com).

A atingiu o seu auge no final dos anos 90 e início dos 2000, quando foi adquirida pelo Mercado Livre. Já a segunda, também, bastante forte no varejo, também lidava com leilões online, na época em que esse tipo de negócio, ainda, engatinhava.

Além disso, o Mercado Livre fez a aquisição do Classified Media Group (CMG). O dinheiro para essa aquisição se deu com a abertura de capital da empresa. Isso aconteceu no ano de 2008, uma época decisiva para a empresa.

Quais Empresas Cresceram Dentro Da Plataforma?

Muito além de comprar e encerrar empresas concorrentes, o Mercado Livre foi um celeiro, que permitiu que empresas florescessem dentro dele. E a primeira (e mais conhecida) delas foi o Mercado Pago. Ela nasceu em 2013.

O primeiro objetivo do Mercado Pago era facilitar as transações dentro da própria plataforma do Mercado Livre. No entanto, o seu uso franco cresceu para além dessa função primordial.

Isso se dá por conta de muitos que usam o Mercado Pago não fazem uso do Mercado Livre. Visto que utilizam o Mercado Pago como um aplicativo de carteira digital. Visto que essa é classificação do Mercado Pago, atualmente.

Uma carteira digital existe para substituir as funções de pagamento de uma carteira comum. Ou seja, substitui os cartões de crédito físicos. Também pode ser utilizado o saldo contido nela. Ou seja, na prática, funciona, também, como um cartão de débito.

Para além do Mercado Pago, existem, também, o Mercado Livre Envios. Esse se trata da iniciativa do Mercado Livre no ramo da logística. Cujo principal objetivo é ofertar, aos usuários, uma opção em relação ás transportadoras.

Dessa maneira, a tendência é que os custos com os envios sejam diminuídos. E os preços, repassados aos consumidores, se tornem mais atraentes. Além de aumentar a competitividade.

O Mercado Livre Envios foi criado em 2013, assim como o Mercado Pago. E, assim como o seu par, teve o seu crescimento, de forma exponencial, a partir dessa data. Sendo potencializado no ano de 2020.

Isso por conta do distanciamento físico por conta da pandemia do novo coronavírus. Como resposta a empresa investiu no mercado aeroviário, criando, nesse ano a Meli Air, com sua própria frota de aviação.

Reclame Aqui Mercado Livre

No perfil do Mercado Livre no site Reclame Aqui, você encontra todas as críticas, feitas pelos consumidores, em relação à empresa.

E, mais importante que verificar as reclamações, uma a uma, é ver os dados gerais da empresa, junto ao Reclame Aqui. Por exemplo, a sua classificação geral. Na plataforma, o Mercado Livre é tido como uma boa empresa, com uma nota 7,6 de 10.

Além disso, sua taxa de respostas é bastante alta, com 99,5% das reclamações respondidas. E isso influencia em sua taxa de resolução de problemas, que fica em 76,6%.

Esse número é bastante  próximo ao de pessoas que voltariam a fazer negócio com o Mercado Livre. Esse é de 72,9%. Ou seja, bastante alto em todas as avaliações.

Sendo assim, podemos inferir e afirmar que, com base no Reclame Aqui, o Mercado Livre se mostra como uma empresa bastante confiável. Apesar de apresentar alguns problemas.

Problemas são inerentes a qualquer empresa. Ainda mais, uma tão grande quanto o Mercado Livre. Mas a capacidade de superá-los mostra a verdadeira qualidade da companhia.