Telefone Anatel: SAC 1331, Atendimento, Reclamação, Ouvidoria

Primeiramente, falaremos do telefone Anatel. Além disso, a empresa possui um número específico para atendimento em cada segmento. Dessa forma, ela busca sempre facilitar sua prestação de serviços nos mais variados setores da instituição. Enfim, confira quais são os números para você entrar em contato com o SAC Anatel.

De fato, um ótimo atendimento ao cliente faz mais do que apenas conquistar novos clientes e mantê-los fiéis. Também o diferencia da concorrência. Pois ao oferecer o melhor atendimento ao cliente, o SAC está agregando valores à marca da empresa, fortalecendo sua reputação no mercado e mostrando pelo exemplo que ela se preocupa com as pessoas que compram seu produto ou serviço.

Enfim, o SAC é um importante canal que media conflitos, minimiza tensões e estabelece o fortalecimento da relação com o seu cliente. Assim, fica responsável por construir e manter a credibilidade do negócio.

Telefone Anatel

O telefone Anatel é o 1331 e funciona de segunda a sexta, das 08hs às 20hs. Tenha em mãos o protocolo de atendimento de sua operadora antes de ligar para a Anatel. O atendimento recebe reclamações, fornece informações sobre a Anatel e recebe denúncias sobre irregularidades nos serviços de telecomunicação.

Telefone Anatel paraessoas com deficiência auditiva ou da fala

Pessoas com deficiência auditiva ou da fala podem acessar a Central de Intermediação de Comunicação – CIC de sua prestadora de telefonia móvel ou fixa e solicitar uma videochamada para a Central da Anatel (1331). A ligação é gratuita de qualquer localidade do país.

Telefone Anatel nas principais cidades

Telefone Anatel em algumas capitais: São Paulo (11) 2104-8800, Rio de Janeiro (21) 2105-1850, Belo Horizonte (31) 2101-6100, Distrito Federal (61) 2312-2000, Curitiba (41) 3219-7000, Salvador (71) 3616-5301. Para saber o número Anatel de outras cidades, pesquise no Google: Anatel + nome da cidade ou estado.

Suporte de atendimento ao usuário Anatel

A opção conta com uma página da Antal para dar suporte no atendimento aos usuários. Ademais, será necessário fazer login para registra a sua queixa ou denúncia. Além disso, a página informa que tudo é na base de total sigilo. clique aqui e acesse a página de denúncias da Anatel

Qual é o chat da Anatel?

A Anatel não possui um serviço de chat. Para falar com essa empresa, é preciso utilizar um dos contatos apresentados anteriormente, especialmente o telefone Anatel.

Qual é o site da Anatel?

No site da Anatel, é possível verificar os contatos da empresa, conhecer as principais notícias sobre ela, esclarecer possíveis dúvidas, entre outras coisas.

Qual é o e-mail da Anatel?

O e-mail da Anatel é [email protected] Esse e-mail pertence ao setor de ouvidoria, portanto, ele só deve ser acionado após uma ligação anterior ao telefone Anatel.

Qual é a ouvidoria da Anatel?

A ouvidoria da Anatel não lida com reclamações que envolvam outras empresas de telecomunicação. O trabalho desse setor é lidar com as reclamações que envolvem a própria Agência. Dessa forma, a Anatel consegue atender aos seus reclamantes da melhor maneira possível.

Se o seu objetivo não é reclamar propriamente da Anatel, mas de outra empresa, saiba o que fazer através do site da Anatel.

Na ouvidoria da Agência, é possível fazer reclamações, sugestões, elogios, pedidos de informação e denúncias anônimas.

A função da ouvidoria é lidar com os problemas que o SAC de uma empresa não consegue resolver. Portanto, esse setor só deve ser acionado após um contato anterior com o SAC da empresa.

A ouvidoria é a última instância que um cliente possui para reclamar com uma empresa. Se esse canal de atendimento não puder resolver o problema, o reclamante terá que acionar a justiça. Os órgãos de defesa do consumidor estão prontos para lidar com esse tipo de situação.

Quais são as redes sociais da Anatel?

As redes sociais da Anatel não atuam como canais de atendimento. No entanto, elas mostram várias informações sobre essa Agência. Além disso, a Anatel usa as redes sociais para falar sobre o seu próprio cotidiano e sobre as telecomunicações em geral.

Para acessar as redes sociais da Anatel, clique em um dos links abaixo:

Síntese do telefone Latam e Todos os Contatos da Empresa

Ter à mão um resumo dos contatos pode ser uma excelente opção, para que você consiga se comunicar com facilidade, resolver seus problemas, sanar dúvidas e até adquirir novos produtos e serviços.

Fale com a AnatelContatos
SAC1331 (válido para todo o Brasil)
SAC (deficientes auditivos)1331 (válido para todo o Brasil)
E-mail[email protected]
Canal de Ouvidoriahttps://www.gov.br/anatel/pt-br/canais_atendimento/ouvidoria
LinkedInhttps://br.linkedin.com/company/anatelgovbr
Facebookhttps://www.facebook.com/AnatelGovBR/
Twitterhttps://twitter.com/AnatelGovBR
YouTubehttps://www.youtube.com/channel/UCMzB_Ihgd2O-Vvu-Pn3dqWA
CNPJ02.030.715/0001-12

Avaliação da Anatel no Reclame Aqui

Numa escala de 0 a 10, a avaliação geral da Anatel no Reclame Aqui é tão ruim que sequer possui nota. Por conta disso, o Reclame Aqui classifica essa Agência como “não recomendada”.

Entre janeiro de 2018 e janeiro de 2021, a Anatel recebeu 4301 reclamações e respondeu apenas 849. Isso corresponde a 19,7% de reclamações respondidas, um índice muito baixo para uma Agência tão importante.

Se analisarmos o período entre janeiro e dezembro de 2020, essa instituição recebeu 1226 reclamações e não respondeu nenhuma delas. Obviamente, isso corresponde a 0% de reclamações respondidas.

Nos últimos 12 meses, a Anatel simplesmente ignorou as reclamações que chegaram até ela. Por conta disso, ela não possui um índice de problemas resolvidos. Essa ineficiência deixou vários usuários do Reclame Aqui muito chateados.

Como a Anatel ignorou os seus reclamantes em 2020, ela não ganhou nenhuma nota no último ano. Isso a levou para o grupo dos “não recomendados” do Reclame Aqui.

Outrs órgãos reguladores também estão presentes no Reclame Aqui e receberam as seguintes notas:

Atendimento Receita Federal está classificada como não recomendada, Atendimento Light classificada com 8.5 que é ótimo, Atendimento Copel 5.8 classificada como ruim, Atendimento Coelba 8.2 classificada como ótimo.

Telefone Anatel

Aplicativo da Anatel

Disponível para aparelhos Android e IOS, o aplicativo Anatel Consumidor é uma das alternativas que os clientes possuem para reclamar das empresas de telefonia. Abaixo, saiba como se cadastrar no app e fazer uma queixa contra a empresa:

1º Passo – faça o download do aplicativo e concorde com os termos de uso no primeiro acesso. Depois disso, toque em “Registrar solicitação”;

2º Passo – toque em “Cadastrar” e preencha um formulário com seus dados pessoais e uma senha de acesso. O nome registrado deve pertencer à pessoa que tem contrato junto à empresa que é o alvo da reclamação. Nas próximas vezes que entrar no app, use o seu CPF para fazer login;

3º Passo – toque em “Reclamação” e escolha o serviço que você contratou da empresa reclamada;

4º Passo – marque o tipo de problema que você está enfrentando. Procure a alternativa que mais se encaixa na sua exigência.

5º Passo – Por fim, digite o número do protocolo aberto anteriormente junto à operadora reclamada. Depois disso, digite o nome da cidade e o número do telefone relacionado à reclamação, caso haja algum. Toque em “Registrar” e finalize a reclamação.

Para acompanhar o andamento de sua queixa, entre no menu “Minhas solicitações”.

Como a Anatel atende aos usuários

A Anatel possui uma central de atendimento cujo comando pertence à Assessoria de Relações com os Usuários (ARU). Além de administrar a Central, a ARU possui as seguintes funções:

  • Lidar com as queixas ou comentários dos usuários dos serviços de telecomunicações. A ARU deve estar pronta para receber, responder ou encaminhar essas queixas sempre que for necessário;
  • Criar métodos e procedimentos voltados para o relacionamento entre a Anatel e os usuários dos serviços de telecomunicações;
  • Dar assistência aos órgãos da Anatel que lidam com os assuntos de defesa e proteção dos direitos dos usuários.

Funções da Anatel

A Anatel tem a função de outorgar, regulamentar e fiscalizar os serviços de telecomunicações. Além disso, essa Agência possui um grande acervo técnico e patrimonial.

Apesar da Anatel ter uma grande influência sobre a telecomunicação brasileira, quem lida com os serviços de radiodifusão sonora (rádio) e radiodifusão de imagens (televisão), é o Ministério das Comunicações.

Com relação à radiodifusão, é trabalho da Anatel atualizar, elaborar e manter os planos de canais que serão usados pelos radiodifusores. Ademais, a Agência também deve lidar com serviços correlatos a esse trabalho (repetidoras de TV, por exemplo).

Além dos serviços citados acima, a Anatel possui as seguintes funções:

  • Regulamentação técnica: expedir os regulamentos que informam as características técnicas que os radiodifusores devem seguir;
  • Administração dos planos básicos: gerenciar os planos que canalizam a radiodifusão e expedir para os prestadores o documento que autoriza o uso de radiofrequências no Brasil.

Para lidar com a radiodifusão, Anatel precisa levar em consideração as características de cada prestador. Assim, a Agência pode contribuir para uma prestação de serviços com alta qualidade.

Com relação aos serviços de telecomunicações, à Anatel possui as seguintes funções:

  • Expedir normas ligadas à outorga, à fruição e a prestação de serviços das telecomunicações. Isso vale tanto para os serviços públicos quanto para os privados;
  • Cuidar do espectro das radiofrequências e do uso de suas órbitas, expedindo as normas de cada serviço;
  • Expedir as normas e os padrões estabelecidos para as prestadoras de serviços quanto aos equipamentos que elas podem utilizar;
  • Reconhecer e expedir a certificação de produtos, fazendo com eles se adequem as normas estabelecidas pela Agência;
  • Editar atos de outorga, fiscalizar e, se necessário, aplicar sanções ao uso de rádio frequências;
  • Fazer o gerenciamento dos contratos de concessão;
  • Extinguir ou autorizar a prestação de serviços em regime privado;
  • Fiscalizar e sancionar as infrações ligadas à regulamentação setorial;
  • Reprimir e combater as infrações relacionadas aos direitos dos usuários;
  • Exercer o controle das competências legais relacionadas às telecomunicações. A Anatel precisa controlar, prevenir e fazer a repressão das infrações de ordem econômica, ressalvadas pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Basicamente, a Anatel tem autoridade legal sobre o ramo das telecomunicações, o que lhe permite criar normas e regras para o setor.

No entanto, a população tem o direito de auxiliar a Anatel em suas tomadas de decisão. Para fazer isso, basta utilizar as consultas públicas, nas quais a Agência ouve as críticas e as sugestões das pessoas.

Onde reclamar sobre a Anatel?

Geralmente, as empresas procuram atender os clientes da melhor forma possível. Ao mesmo tempo, elas buscam oferecer facilidade, comodidade e uma excelente experiência de compra, seja no site ou em suas lojas físicas.

A princípio, o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) e a ouvidoria são setores de atendimento que procuram resolver o problema de seus clientes. Entretanto, existem situações em que o atendimento não é eficaz.

Por isso, este texto mostrará alguns canais voltados para a resolução desses problemas. Aliás, esses canais de reclamação podem ser acionados gratuitamente por qualquer pessoa. A seguir, saiba onde um consumidor pode fazer suas reclamações.

Procon

Se, de alguma maneira, o consumidor perceber que foi prejudicado por alguma empresa, ele pode acionar o Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON). Como o PROCON é um órgão estadual, cada unidade trabalha de acordo com as regras de seu respectivo estado.

Com autoridade dada pelo Poder Executivo municipal e estadual, essa instituição tem como objetivo garantir os direitos e interesses dos consumidores. Como a população pode falar diretamente com o PROCON, ela tem um defensor para brigar por seus direitos.

Em suma, uma das principais tarefas do PROCON é atender ao consumidor lesado por alguma empresa. Em boa parte dos casos, o reclamante é atendido presencialmente. Entretanto, não há nenhuma restrição legal que impeça o PROCON de usar e-mail, telefones ou até mesmo cartas para falar com as pessoas.

Para entrar em contato com o PROCON de seu estado, vá até o Google e digite “PROCON” + o nome de seu estado. Depois disso, basta entrar no site do seu PROCON e procurar pelos canais de atendimento.

Consumidor.gov.br

No site Consumidor.gov.br, é possível falar diretamente com as empresas reclamadas. Todas as empresas cadastradas no site se comprometem a receber, analisar e responder as reclamações de seus consumidores em até 10 dias.

Como funciona

Primeiramente, o consumidor verifica se a empresa que o lesou está cadastrada no site. Em seguida, ele registra a reclamação e espera a resposta da empresa, que não pode passar de 10 dias.

Após receber a resposta, o consumidor terá 20 dias para comentar e avaliar a resposta da empresa. Nesse comentário, o reclamante deve explicar se a reclamação foi Resolvida ou Não Resolvida. Logo depois, ele deve mostrar seu nível de satisfação com o atendimento recebido.

Vale lembrar que, o Consumidor.gov.br não substitui o trabalho feito pelos Órgãos de Defesa do Consumidor. Aliás, para falar com qualquer um desses órgãos, é necessário acionar os seus respectivos canais de atendimento.

Se não for possível resolver o problema no Consumidor.gov.br, você deve acionar as Defensorias Públicas, PROCONS, Juizados Especiais Cíveis e outros órgãos do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. Dessa forma, você receberá boas orientações para brigar por seus direitos.

Juizados Especiais Cíveis

Os juizados especiais cíveis representam instâncias específicas da Justiça de cada estado. Qualquer pessoa física maior de 18 anos pode acionar esse juizado e fazer a sua queixa.

Vale lembrar que, as causas recebidas pelos juizados especiais não podem ser maiores que 40 salários mínimos. Se o valor da causa estiver acima disso, a indenização do reclamante ainda ficará dentro desse limite.

Por outro lado, se a causa recebida pelo juizado estiver abaixo de 20 salários mínimos, não será preciso ter um advogado. Contudo, se o valor estiver acima desse limite, a presença do advogado será obrigatória. Para saber quanto custa ter um advogado, é preciso olhar as tabelas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de cada estado.

Para registrar uma queixa no juizado, os documentos devem ser manuscritos. Ademais, é preciso ter cópias do RG, CPF, comprovante de residência e outros documentos que podem fazer parte da queixa. Ademais, a queixa deve ter os dados da pessoa acionada, como nome, endereço, nacionalidade e profissão.

Para lidar com as causas recebidas, os juizados especiais costumam priorizar os acordos. Por isso, eles tendem a convocar audiências de conciliação. Entretanto, se as partes não chegarem a um consenso, o juiz do caso pode determinar uma sanção. Geralmente, as sanções são aplicadas quando o juiz percebe que o consumidor está com a razão.

Justiça Comum

Caso o problema não seja resolvido no juizado especial, o reclamante pode acionar a justiça comum. Para isso, o consumidor terá que recorrer ao Tribunal de Justiça do seu estado. Nesse caso, independentemente do valor da causa, a contratação de um advogado é obrigatória.

Vale ressaltar que, o Tribunal de Justiça não trata seus processos de forma rápida. Aliás, a conclusão da causa dependerá muito da posição do consumidor na fila daquele tribunal.

Proteste.org.br

Para reclamar no Proteste.org.br, basta ligar para o número 4020-7747. O atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 09h às 18h. Além do telefone, você também pode acessar o site da empresa. Ao entrar nessa página, basta ir até a barra de pesquisa e digitar o nome da empresa reclamada.

Depois disso, clique em “Começar” e siga as instruções pedidas pelo site. Por fim, espere o site dar um retorno sobre a sua reclamação. Se seu problema não for resolvido, refaça o processo.

Agências reguladoras

Em nosso país, as agências reguladoras são órgãos governamentais que regulam e fiscalizam a atividade de um determinado setor da economia. Basicamente, as agências reguladoras têm poderes especiais para legislar sobre o funcionamento do mercado.

Em suma, são esses órgãos que montam, de forma específica, os parâmetros mínimos de funcionamento das empresas de algum setor. Por exemplo, no Brasil, existem agências reguladoras voltadas para diversos seguimentos. Elas lidam com telecomunicações, saneamento, energia, aviação, saúde, transporte, bancos, entre outros.

Principais agências reguladoras do Brasil

Em nosso país, as agências reguladoras estão divididas entre 12 autarquias que trabalham com vários tipos de segmento. A seguir, conheça as principais agências reguladoras do Brasil:

  • Anatel;
  • ANS;
  • Anvisa;
  • Anac;
  • Aneel;
  • ANP;
  • ANTT;
  • BACEN.

Site Reclame Aqui

No site Reclame Aqui (RA), clientes insatisfeitos deixam reclamações sobre as mais diversas empresas. Logo depois, as empresas reclamadas verificam as queixas e buscam solucioná-las de forma rápida e eficiente. Em seguida, o reclamante avalia as soluções propostas pela empresa. Por fim, ele dá uma nota de 0 a 10 para a forma como tudo foi resolvido.

Vale lembrar que, se o reclamante não gostar da solução apresentada pela empresa, ele pode fazer uma nova reclamação. Além disso, é bem provável que ele dê uma nota baixa para solução apresentada anteriormente.

WhatsApp do Reclame Aqui

Você pode ter certeza de que o novo recurso do WhatsApp é ao mesmo tempo seguro e rápido, graças ao Reclame AQUI. Esse recurso tem um adesivo de verificação verde ao lado do nome e da imagem e foi usado por você. Confira o número (11) 97062-2753.

Deixe seu comentário

97 − 90 =