Falaremos do telefone Sabesp. A empresa possui um número específico para atendimento em cada segmento. Dessa forma, ela busca sempre facilitar sua prestação de serviços nos mais variados setores da instituição. Enfim, confira quais são os números para você entrar em contato com o SAC da Sabesp.

Um ótimo atendimento ao cliente faz mais do que apenas conquistar novos clientes e mantê-los fiéis. Também o diferencia da concorrência. Ao oferecer o melhor atendimento ao cliente, o SAC está agregando valores à marca da empresa, fortalecendo sua reputação no mercado e mostrando pelo exemplo que ela se preocupa com as pessoas que compram seu produto ou serviço.

O SAC é um importante canal que media conflitos, minimiza tensões e estabelece o fortalecimento da relação com o seu cliente. Assim, fica responsável por construir e manter a credibilidade do negócio.

Telefone Sabesp?

0800 011 9911 é o telefone Sabesp nas capitais e regiões metropolitanas. Ao ligar, você aciona o SAC de segunda à sexta das 07h às 21h. Mas quem possui deficiência na audição ou na fala, ligue 0800 777 3700 de segunda a sexta, das 08h às 18h e aos sábados, das 07h às 13h.

Atendimento sabesp para outras regiões

Contudo, para quem mora no interior ou no litoral paulista, o telefone Sabesp é 0800 055 0195. Para quem vive nessas regiões, e possui alguma deficiência na audição ou na fala, o telefone Sabesp é 0800 016 0195. Ambos os setores trabalham de segunda a sexta, das 08h às 18h e aos sábados, das 07h às 13h.

O SAC da Sabesp está disponível para receber reclamações, críticas, sugestões e elogios. Além disso, esse setor também esclarece dúvidas sobre os serviços de empresa.

Para quem busca atendimento de emergência, o telefone Sabesp é 195. Esse setor trabalha 24 horas por dia.

WhatsApp da Sabesp?

Para acionar o WhatsApp da Sabesp, ligue para (11) 9-5976-3843. A Sabesp utiliza o WhatsApp para dar o melhor atendimento possível aos seus clientes de forma rápida e eficiente. Desse modo, por meio do contato via aplicativo, as pessoas podem enviar mensagens para empresa, e solicitarem diversos serviços.

Agência Virtual Sabesp

Além dos contatos que trouxemos aqui, você também pode utilizar os serviços da Sabesp por meio de sua Agência Virtual (site). Nessa página, o cliente pode ter acesso às suas contas atrasadas, fazer pedidos de emergência, bem como acompanhar a solicitação de algum pedido que ele tenha feito e muito mais.

Qual é o site da Sabesp?

Por meio do site da Sabesp, é possível verificar os contatos da empresa, conhecer os serviços que ela oferece, saber mais sobre a distribuição de água em São Paulo, assim como muitas outras coisas.

Qual é o e-mail da empresa?

A Sabesp não possui um e-mail que atenda diretamente aos seus clientes. Assim, para falar com essa empresa, é preciso acionar um dos contatos mostrados anteriormente, especialmente o telefone Sabesp.

Para jornalistas ou profissionais da comunicação, o e-mail da assessoria de imprensa da Sabesp é [email protected]

Mas esse contato está disponível para pedidos de entrevistas, reportagens e assuntos similares a estes. Caso prefira ligar para assessoria, o telefone Sabesp é (11) 3388-9321 ou (11) 3388-8566.

Qual é o chat da Sabesp?

Ao entrar em contato com o chat online da Sabesp, você terá que informar alguns dados como seu nome, e-mail e o motivo do contato. Em seguida, basta entrar na fila do atendimento e esperar algum atendente falar com você.

Telefone Sabesp – Ouvidoria

Se você quer falar com a ouvidoria, o telefone Sabesp é 0800 055 0565. Esse setor de atendimento lida com problemas que o SAC não consegue resolver. Ou seja, ele é a última instância que um cliente possui para fazer alguma reclamação. Por isso, a Ouvidoria só deve ser procurada após um contato anterior com o SAC da Sabesp.

Contudo, se você ligou para a Ouvidoria da Sabesp e ela não resolveu o seu problema, acione algum órgão de defesa do consumidor. Dessa forma, você receberá algumas instruções e saberá como resolver o seu problema.

Telefone Sabesp

Quais são as redes sociais da Sabesp?

Além do telefone Sabesp, e de seus outros canais de atendimento, essa empresa possui outra maneira de divulgar suas informações: as redes sociais.

Mas vale frisar que as redes sociais da Sabesp não trabalham como setores de atendimento. No entanto, elas divulgam uma série de informações sobre essa empresa. Além disso, a Sabesp também usa suas redes para falar sobre assuntos ligados ao saneamento básico, e ao tratamento da água.

Para acessar as redes sociais da Sabesp, clique em um dos links abaixo:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Síntese do telefone Sabesp e Todos os Contatos da Empresa

Ter à mão um resumo dos contatos pode ser uma excelente opção, para que você consiga se comunicar com facilidade, resolver seus problemas, sanar dúvidas e até adquirir novos produtos e serviços.

Fale com a SabespContatos
SAC (0800)0800 011 9911 (capitais e regiões metropolitanas); 0800 055 0195 (outras localidades)
SAC (deficientes auditivos)0800 777 3700 (capitais e regiões metropolitanas); 0800 016 0195 (outras localidades)
Atendimento de emergência195
WhatsApp(11) 9-5976-3843
Canal de Ouvidoria0800 055 0565
Chat onlinehttps://sabesp-chat.sabesp.com.br/#/
Instagramhttps://www.instagram.com/sabespcia/?hl=pt-br
Facebookhttps://pt-br.facebook.com/SabespOficial/?ref=page_internal
Twitterhttps://twitter.com/sabesp
YouTubehttps://www.youtube.com/channel/UCDB9r5TpCT0bTyzEXHDGyZw
CNPJ43.776.517/0001-80

 Avaliação da Sabesp no Reclame Aqui

Em suma, numa escala de 0 a 10, a avaliação geral da Sabesp no Reclame Aqui é tão ruim que sequer possui nota. Por isso, o Reclame Aqui classifica essa empresa como “não recomendada”.

Entre janeiro de 2018 e janeiro de 2021, a Sabesp recebeu 11398 reclamações, mas respondeu apenas 105. Isso corresponde a 0,9% de reclamações respondidas, algo pífio e inaceitável para uma empresa desse porte.

Seja como for, se analisarmos o período entre janeiro e dezembro de 2020, essa empresa recebeu 5780 reclamações, e respondeu apenas 64. Isso corresponde a 1,1% de reclamações respondidas. Desse modo, como tem um índice de respostas quase zerado, o índice de problemas resolvidos da Sabesp também é muito ruim.

Ademais, nos últimos 12 meses, a Sabesp simplesmente ignorou quase todas as reclamações que recebeu. Por isso, ela não possui um índice de problemas resolvidos. Essa ineficiência causou insatisfação e revolta em vários usuários do Reclame Aqui.

Por fim, devido aos seus péssimos índices, a Sabesp não ganhou nenhuma nota no último ano. Com isso, ela passou a figurar no grupo das “não recomendadas” do Reclame Aqui.

A saber, além do atendimento da Sabesp, outras empresas que prestam serviços à população de maneira ampla, também estão presentes no Reclame Aqui, e receberam as seguintes notas:

Atendimento Light: reputação ótima, com nota 8.5 nos últimos seis meses, Atendimento Copasa: reputação ruim com nota 5.0 nos últimos seis meses, Atendimento Receita Federal: não ha avaliações e está classificada como não recomendada pelo site, Atendimento Enel SP: classificada como regular, com nota 6.2 nos últimos seis meses.

Segunda via da fatura da Sabesp

Para emitir a segunda via da conta da Sabesp, é preciso seguir alguns passos. Primeiramente, é necessário entrar na Agência Virtual da empresa. Depois disso, siga o tutorial abaixo:

  1. Entre na aba “Consulte seus débitos”, e uma nova página será aberta;
  2. Nessa nova página, será necessário digitar o número do RGI (presente em qualquer fatura da Sabesp) e clicar em “Prosseguir”;
  3. Nesse momento, a tela mostrará os dados da sua residência. Verifique se as informações estão corretas e clique novamente em “Prosseguir”;
  4. Então, a visualização de sua conta estará disponível;
  5. Escolha uma dessas opções: “Pagar no banco pela internet”, “Exibir 2ª via de conta simplificada para impressão”, “Receber 2ª via simplificada pelo correio” (haverá cobrança de R$ 2,16) e, por fim, “Exibir código de barras”.

Antes de visualizar a segunda via de sua conta, é preciso desbloquear os pop-us. Em seguida, o acesso à fatura estará liberado.

Onde Reclamar sobre a Sabesp?

Geralmente, as empresas procuram atender os clientes da melhor forma possível. Ao mesmo tempo, elas buscam oferecer facilidade, comodidade e uma excelente experiência de compra, seja no site ou em suas lojas físicas.

A princípio, o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) e a ouvidoria são setores de atendimento que procuram resolver o problema de seus clientes. Entretanto, existem situações em que o atendimento não é eficaz.

Por isso, este texto mostrará alguns canais voltados para a resolução desses problemas. Aliás, esses canais de reclamação podem ser acionados gratuitamente por qualquer pessoa. A seguir, saiba onde um consumidor pode fazer suas reclamações.

Procon

Se, de alguma maneira, o consumidor perceber que foi prejudicado por alguma empresa, ele pode acionar o Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON). Como o PROCON é um órgão estadual, cada unidade trabalha de acordo com as regras de seu respectivo estado.

Com autoridade dada pelo Poder Executivo municipal e estadual, essa instituição tem como objetivo garantir os direitos e interesses dos consumidores. Como a população pode falar diretamente com o PROCON, ela tem um defensor para brigar por seus direitos.

Em suma, uma das principais tarefas do PROCON é atender ao consumidor lesado por alguma empresa. Em boa parte dos casos, o reclamante é atendido presencialmente. Entretanto, não há nenhuma restrição legal que impeça o PROCON de usar e-mail, telefones ou até mesmo cartas para falar com as pessoas.

Para entrar em contato com o PROCON de seu estado, vá até o Google e digite “PROCON” + o nome de seu estado. Depois disso, basta entrar no site do seu PROCON e procurar pelos canais de atendimento.

Consumidor.gov.br

No site Consumidor.gov.br, é possível falar diretamente com as empresas reclamadas. Todas as empresas cadastradas no site se comprometem a receber, analisar e responder as reclamações de seus consumidores em até 10 dias.

Como funciona

Primeiramente, o consumidor verifica se a empresa que o lesou está cadastrada no site. Em seguida, ele registra a reclamação e espera a resposta da empresa, que não pode passar de 10 dias.

Após receber a resposta, o consumidor terá 20 dias para comentar e avaliar a resposta da empresa. Nesse comentário, o reclamante deve explicar se a reclamação foi Resolvida ou Não Resolvida. Logo depois, ele deve mostrar seu nível de satisfação com o atendimento recebido.

Vale lembrar que, o Consumidor.gov.br não substitui o trabalho feito pelos Órgãos de Defesa do Consumidor. Aliás, para falar com qualquer um desses órgãos, é necessário acionar os seus respectivos canais de atendimento.

Se não for possível resolver o problema no Consumidor.gov.br, você deve acionar as Defensorias Públicas, PROCONS, Juizados Especiais Cíveis e outros órgãos do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. Dessa forma, você receberá boas orientações para brigar por seus direitos.

Juizados Especiais Cíveis

Os juizados especiais cíveis representam instâncias específicas da Justiça de cada estado. Qualquer pessoa física maior de 18 anos pode acionar esse juizado e fazer a sua queixa.

Vale lembrar que, as causas recebidas pelos juizados especiais não podem ser maiores que 40 salários mínimos. Se o valor da causa estiver acima disso, a indenização do reclamante ainda ficará dentro desse limite.

Por outro lado, se a causa recebida pelo juizado estiver abaixo de 20 salários mínimos, não será preciso ter um advogado. Contudo, se o valor estiver acima desse limite, a presença do advogado será obrigatória. Para saber quanto custa ter um advogado, é preciso olhar as tabelas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de cada estado.

Para registrar uma queixa no juizado, os documentos devem ser manuscritos. Ademais, é preciso ter cópias do RG, CPF, comprovante de residência e outros documentos que podem fazer parte da queixa. Ademais, a queixa deve ter os dados da pessoa acionada, como nome, endereço, nacionalidade e profissão.

Para lidar com as causas recebidas, os juizados especiais costumam priorizar os acordos. Por isso, eles tendem a convocar audiências de conciliação. Entretanto, se as partes não chegarem a um consenso, o juiz do caso pode determinar uma sanção. Geralmente, as sanções são aplicadas quando o juiz percebe que o consumidor está com a razão.

Justiça Comum

Caso o problema não seja resolvido no juizado especial, o reclamante pode acionar a justiça comum. Para isso, o consumidor terá que recorrer ao Tribunal de Justiça do seu estado. Nesse caso, independentemente do valor da causa, a contratação de um advogado é obrigatória.

Vale ressaltar que, o Tribunal de Justiça não trata seus processos de forma rápida. Aliás, a conclusão da causa dependerá muito da posição do consumidor na fila daquele tribunal.

Proteste.org.br

Para reclamar no Proteste.org.br, basta ligar para o número 4020-7747. O atendimento funciona de segunda a sexta-feira, das 09h às 18h. Além do telefone, você também pode acessar o site da empresa. Ao entrar nessa página, basta ir até a barra de pesquisa e digitar o nome da empresa reclamada.

Depois disso, clique em “Começar” e siga as instruções pedidas pelo site. Por fim, espere o site dar um retorno sobre a sua reclamação. Se seu problema não for resolvido, refaça o processo.

Agências reguladoras

Em nosso país, as agências reguladoras são órgãos governamentais que regulam e fiscalizam a atividade de um determinado setor da economia. Basicamente, as agências reguladoras têm poderes especiais para legislar sobre o funcionamento do mercado.

Em suma, são esses órgãos que montam, de forma específica, os parâmetros mínimos de funcionamento das empresas de algum setor. Por exemplo, no Brasil, existem agências reguladoras voltadas para diversos seguimentos. Elas lidam com telecomunicações, saneamento, energia, aviação, saúde, transporte, bancos, entre outros.

Principais agências reguladoras do Brasil

Em nosso país, as agências reguladoras estão divididas entre 12 autarquias que trabalham com vários tipos de segmento. A seguir, conheça as principais agências reguladoras do Brasil:

  • Anatel;
  • ANS;
  • Anvisa;
  • Anac;
  • Aneel;
  • ANP;
  • ANTT;
  • BACEN.

Site Reclame Aqui

No site Reclame Aqui (RA), clientes insatisfeitos deixam reclamações sobre as mais diversas empresas. Logo depois, as empresas reclamadas verificam as queixas e buscam solucioná-las de forma rápida e eficiente. Em seguida, o reclamante avalia as soluções propostas pela empresa. Por fim, ele dá uma nota de 0 a 10 para a forma como tudo foi resolvido.

Vale lembrar que, se o reclamante não gostar da solução apresentada pela empresa, ele pode fazer uma nova reclamação. Além disso, é bem provável que ele dê uma nota baixa para solução apresentada anteriormente.

WhatsApp do Reclame Aqui

Você pode ter certeza de que o novo recurso do WhatsApp é ao mesmo tempo seguro e rápido, graças ao Reclame AQUI. Esse recurso tem um adesivo de verificação verde ao lado do nome e da imagem e foi usado por você. Confira o número (11) 97062-2753.

Água de reuso da Sabesp

Decerto, trabalhar com água de reuso, é um bom modo de combater o desperdício de água. Adotada em vários países, sem dúvida, a tecnologia de reuso é uma das iniciativas mais eficientes para o consumo sustentável da água.

A partir dessa forma de trabalho, é possível reduzir uma boa parte da água que é retirada dos mananciais. Ademais, a água de reuso traz maior disponibilidade para a água que chega a população.

Em 1998, de um modo pioneiro e prático, a Sabesp começou a produzir sua própria água de reuso. Naquele ano, a Sabesp transformou a ETE Jesus Netto, uma Estação de Tratamento de Esgotos convencional, numa estação que produz água de reuso.

Atualmente, a Sabesp produz, em média, 502 litros de água de reuso por segundo. Essa água é utilizada para fornecimento externo, bem como para o uso interno da própria Sabesp.

As ETE’s que produzem água de reuso são: Jesus Netto, Barueri, Parque Novo Mundo, São Miguel e ABC. Sendo que essa última é por meio de seu Aquapolo Ambiental.

A Sabesp usa os esgotos da ETE ABC em parceria com o setor privado. Desse modo, após um processo adicional, a Sabesp produz água de reuso customizada, e a envia para o Polo Petroquímico da Região do Grande ABC, local onde essa água será reaproveitada.

Para chegar até o Polo Petroquímico, a água de reuso passa por uma rede de aproximadamente 17 km.

Sabesp e o mercado financeiro

Parte do capital da Sabesp foi privatizado em 1994, o que lhe deu 100% de ações ordinárias. Então, oito anos depois, ela foi a primeira empresa de economia mista que aderiu ao Novo Mercado da BM&F Bovespa. Ao mesmo tempo, a Sabesp viu suas ações serem incluídas na lista da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE).

A maior parte das ações da Sabesp pertence ao governo estadual. No entanto, os acionistas minoritários dessa empresa podem negociar suas ações na Bolsa de Valores de São Paulo e na Bolsa de Valores de Nova Iorque.

A sede da Sabesp fica na Rua Costa Carvalho, 373, no bairro Pinheiros, em São Paulo-SP. O CNPJ dessa empresa é 43.776.517/0001-80.

Telefone Sabesp – O que você precisa saber?

Em resumo, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), é uma empresa que controla o serviço de saneamento básico de São Paulo. A princípio, controlada pelo governo paulista, que detém a maior parte de suas ações, a Sabesp possui o controle de grande parte do saneamento básico do estado.

Fundada em 1973, a Sabesp foi criada no mandato do então governador Laudo Natel. Essa empresa surgiu a partir da junção das seguintes empresas e autarquias:

  • Comasp (Companhia Metropolitana de Águas de São Paulo);
  • Sanesp (Saneamento de São Paulo);
  • Saec (Superintendência de Águas e Esgotos da Capital);
  • Fesb (Fomento Estadual de Saneamento Básico);
  • SBS (Saneamento da Baixada Santista);
  • Sanevale (Saneamento do Vale do Ribeira).

Após a sua fundação, a Sabesp passou a trabalhar em cidades que não estavam nas áreas de atuação das antigas empresas. Desse modo, como a Sabesp é muito preocupada com questões sociais, ela faz questão de trabalhar em todos os lugares possíveis.

Aliás, entre 2004 e 2005, a Sabesp foi considerada a sexta maior operadora de serviços de água do planeta. Esse ranking foi organizado pela Masons Water Yearbook.

Nos anos de 2008 e 2009, a Mason Water deu um destaque especial para a Sabesp, pois ela fez um grande esforço para que seus serviços chegassem a todos os moradores de São Paulo.

Além disso, naquela época, a Sabesp chamou a atenção devido à sua sustentabilidade econômica e financeira.

Atualmente, a Sabesp está avaliada em R$ 28,11 bilhões de reais. No terceiro semestre de 2019, essa empresa teve um lucro de R$ 1,21 bilhão. Isso representa um aumento de 113,9% em relação ao mesmo período de 2018.