Como Consultar o Imposto de Renda Pelo CPF?

Como Consultar o Imposto de Renda Pelo CPF

Depois de saber em qual lote você se encontra, em relação ao Imposto de Renda, você, ainda, pode ter algumas dúvidas mais específicas. Como, por exemplo, como consultar o Imposto de Renda pelo CPF.

A maior parte dessas informações pode ser obtida de diversas formas. A mais comum é pelo telefone Receita Federal. Isso pois ele é um dos canais mais antigos de comunicação com o contribuinte. Sendo mais novo, apenas, que a correspondência.

No entanto, esse não é o único canal de comunicação. E, também, não é o mais rápido ou mais completo. É possível fazer essa consulta de outras maneiras, como, por exemplo, através do site da Receita Federal.

E o objetivo desse texto é, exatamente, mostrar essas maneiras de como consultar o Imposto de Renda pelo CPF. Além, é claro, de falar um pouco mais sobre a Receita Federal em si.

Explicaremos com funciona a sua estrutura e as mudanças que ocorreram, recentemente, nela. Além disso, também, falaremos, um pouco de seus poderes e de suas obrigações para com a população.

Assim, se você quer saber mais sobre esse serviço tão importante, fique com a gente. E tenha uma boa leitura.

Do Que Se Trata a Receita Federal?

O nome completo desse órgão tão famoso é Secretaria Especial da Receita Federal. Sendo assim, sabemos que ela não possui a autoridade de um Ministério. Pelo contrário; ela é subordinada a um.

No caso da Receita Federal, por muito tempo, esse Ministério foi o da Fazenda. E esse é um dos mais longevos, tendo sido criado em 1808 e extinto em 2019. Todos os órgão abaixo dele foram, portanto, transferidos para o recém-criado Ministério da Economia.

Na verdade, o chamado superministério foi formado por 4 Ministérios extintos naquela época. O Ministério do Trabalho, o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e o Ministério do Desenvolvimento, Gestão e Planejamento. Além do da Fazenda.

Isso serve para demonstrar o quanto a estrutura dos Ministérios não é permanente ou, mesmo, estabelecida em lei. O Ministério do Trabalho, por exemplo, foi convertido em uma secretaria e, agora, pode retornar a seu status anterior.

Muitos Ministérios, nessa transição, de fato, foram transformados em uma ou duas secretarias, renunciando a parte de sua autoridade. O mesmo não ocorreu com o Ministério da Fazenda.

Como ele está bastante presente na vida do cidadão, estando em contato direto, boa parte de sua estrutura foi preservada. Incluindo secretarias, como a Receita Federal, e outros órgãos.

Dessa maneira, a Secretaria manteve a maior parte de seus poderes. E de suas obrigações também.

Quais São As Obrigações da Receita Federal?

Mais extensas do que muita gente imagina. A maior parte da população vê a Receita Federal, apenas como o órgão que coleta e administra os tributos. E, por consequência previne as fraudes, nesse sentido.

No entanto, suas atribuições vão além disso. Por exemplo, as fraudes se dão de duas maneiras diferentes. Com a sonegação de impostos e com o simples não pagamento desses.

O primeiro caso é o mais grave se trata de um crime federal. É quando as guias a serem pagas sequer são declaradas. No segundo caso, existe a declaração. Esse é uma infração menor e pode ser resolvida com o pagamento da dívida, acrescida de multa.

Além dessas atribuições mais óbvias, a Receita permeia todas as relações comerciais e financeiras do Brasil. Isso inclui, por exemplo, a prevenção e combate ao contrabando e ao descaminho.

O primeiro caso é o mais conhecido. É quando mercadorias não permitidas são importadas ou exportadas. O segundo, novamente, se trata de uma infração menor. E, até bem pouco tempo, era tratada da mesma forma.

Nessa nova tipificação, o descaminho ocorre quando são importadas ou importadas mercadorias permitidas. Porém, uma parte dos tributos não é paga. Ou todos eles.

Falando em comércio, a Receita Federal, também, combate a pirataria. E o tráfico. Seja ele de drogas, de armas ou de animais e biodiversidade.

Esse último pode parecer estranho, pois não aparece, tanto, na grande mídia. No entanto, ele é bastante frequente, dada a variedade de nossa fauna e de nossa flora.

Como Consultar o Imposto de Renda Pelo CPF – Por Que Pago Impostos?

Essa é uma pergunta que, com certeza, aparecerá quando você estiver pesquisando como consultar o Imposto de Renda. Afinal, sempre nos perguntamos porque pagamos os tributos, o tempo todo.

A resposta, como a maior parte das coisas, em economia, não é simples. Na verdade, existem duas respostas principais. Uma mais conservadora e uma mais progressista.

A primeira diz que os impostos são o que mantêm o Estado em funcionamento, cobrindo suas despesas. Em contrapartida, o Estado confere valor ao dinheiro que ele imprime e que é usado por sua população.

Outra corrente de pensamento apregoa que os impostos não sustentam o Estado. Uma vez que ele pode imprimir dinheiro, quase que indefinidamente. Desde que a taxa de impressão supere a da inflação.

Entretanto, o resto da população não ficaria imune à inflação. Dessa maneira, seria necessário aumentar o valor do dinheiro. Para isso, o governo retira dinheiro de circulação, através dos impostos, tornando-o mais raro.

Existem, no entanto, alguns limites para isso. O principal é o grau de industrialização da nação. E, atrelado a isso, está a relação que um país tem com seus vizinhos e com outras nações.

Essa é uma discussão que, ainda, está ocorrendo. E, muito provavelmente, não se encerrará. Ao menos, não tão cedo.

E isso é até produtivo, visto que a economia é dinâmica. E, além de estar em constante mudança, envolve interesses de diversos grupos.

Como Consultar o Imposto de Renda Pelo CPF

Chegamos ao coração de nosso texto. Como consultar o Imposto de Renda pelo CPF. A forma mais rápida e fácil de se fazer isso é através do site da Receita Federal.

Existem, de fato, diversas maneiras de você fazer isso, dentro do site. Se for uma consulta, pelo CPF, como é o caso, você não poderá solicitar isso por e-mail, por exemplo. Por se tratar de uma informação sensível.

O chat é sempre uma opção. No entanto, você pode acabar tendo que esperar mais do que deveria. Além disso, ele só funciona de segunda-feira à sexta-feira, das 8 h às 20 h.

Esse tipo de informação possui, para facilitar o trabalho do órgão e otimizar o seu tempo, um canal, próprio de consulta. Ele pode ser acessado através de sua página de serviços específicos. Uma página bastante simples e fácil de se usar, como se pode notar.

Uma vez que você esteja nessa página, os passos são simples. Primeiro, você preenche o seu CPF e a sua data de nascimento, nos campos correspondentes.

Em seguida, você precisa selecionar o ano de exercício, correspondente à sua pesquisa. Caso você deseje pesquisar mais de um ano, terá de repetir esse processo quantas vezes se fizerem necessárias. Mas a maior parte das pessoas solicita, apenas, um ano.

Lembrando que o exercício do ano de 2021 já está disponível para consulta. Mas ele pode aparecer incompleto, visto que o ano não se encerrou.

Você, ainda, precisa fazer uma verificação de que você é humano. Isso para evitar fraudes e congestionamento do sistema.

Pronto. As informações serão exibidas para você e você pode, inclusive, salvá-las ou imprimi-las. Isso pois elas estão sendo exibidas através de um canal seguro.