O que é portabilidade de financiamento imobiliário

Nesse post vamos explicar o que é portabilidade de financiamento imobiliário, apresentando algumas características do mesmo.

Vamos explicar também como fazer essa portabilidade de financiamento imobiliário, os custos, entre outras informações importantes para a realização desse procedimento.

Se você está interessado em saber como fazer, confira abaixo as dicas!

O que é portabilidade de financiamento imobiliário?

De forma objetiva, podemos dizer que a portabilidade de financiamento imobiliário é a transferência feita a pedido do cliente do financiamento do imóvel de uma instituição financeira para outra.

Esse tipo de ação acontece quando o cliente está buscando por uma opção de condições mais vantajosas em outra instituição financeira, ao buscar um apartamento à vendavocê encontrará ajuda sobre a portabilidade em uma imobiliária em Balneário Camboriú de confiança por exemplo.

Sendo assim, se você fizer a compra de um imóvel a partir da modalidade de financiamento, essa portabilidade significa que você não precisará ficar presa a instituição financeira inicial até o quitamento da dívida.

Dessa maneira você poderá buscar as melhores alternativas, com taxas menores de juros e fazer a migração do seu financiamento.

Vantagens de uma portabilidade de financiamento imobiliário

É comum acontecer de você encontrar algumas variações relacionadas à taxa de juros de financiamento imobiliário, sendo que uma das vantagens é caso você consiga uma instituição financeira com menores taxas.

Sendo assim, confira outras vantagens que você terá ao fazer a portabilidade de seu financiamento imobiliário:

  • Você tem a possibilidade de fazer a redução do valor parcelado a partir da redução dos juros da qual você terá direito;
  • Maiores chances de melhorar as condições do pagamento desse financiamento;
  • Não é preciso abrir uma conta no banco, como a caixa econômica federal, por exemplo, ou independente do banco escolhido;
  • Terá mais liberdade para fazer comparação, pesquisas e por fim a escolha da instituição financeira que mais se adequa às suas necessidades.

Por que esse tipo de modalidade vem crescendo?

Devido aos impactos financeiros ocorridos principalmente no início de 2020, ficou cada vez mais difícil para a população pagar as dívidas tendo assim que fazer a renegociação das mesmas.

Sendo assim, a portabilidade de financiamento imobiliário se tornou uma das melhores alternativas para quem não está conseguindo fazer o pagamento das parcelas do imóvel.

Ela se torna bem vantajosa quando o cliente consegue opções que possam fazer com que os juros do financiamento sejam reduzidos, principalmente quando ainda há muitas parcelas para quitar.

Como fazer a portabilidade de um financiamento imobiliário?

Para que você possa entender como se faz a portabilidade de um financiamento imobiliário, explicaremos passo a passo:

Atualização dos documentos

O primeiro passo que você deve tomar é ter uma cópia atualizada do seu contrato com o saldo que você deve atualizado, assim como a data do vencimento da parcela.

É importante também apresentar alguns documentos como:

  • CPF;
  • O número do seu telefone;
  • O endereço da instituição financeira (nova);
  • Contrato original (o número);
  • Três datas de referência para fazer o cálculo do saldo devedor;
  • Índices de preços que devem ser utilizados ou base da remuneração;
  • E a proposta da nova instituição financeira, contando as taxas de juros, o prazo da operação, o Custo Efetivo Total, o método de pagamento, assim como os valores;

Simulação

As instituições financeiras possuem ferramentas para fazer a simulação, apresentando as ofertas mais adequadas.

Entrar em contato com a nova instituição financeira

É nessa hora que você deve começar a contactar os bancos dos quais você mais se identificou ao fazer a simulação.

Os próximos passos são:

  • Solicitar a portabilidade;
  • Analisar a contraproposta feita pelo banco originário;
  • Realizar o contrato com a nova instituição, caso não aceite a contraproposta do banco originário;
  • Finalizar a portabilidade, enviando os documentos para a nova instituição financeira;

Quais os custos da realização da portabilidade?

É possível que alguns custos estejam envolvidos na portabilidade do seu financiamento imobiliário, sendo eles:

  • Custos do cartório, relacionados a substituição da alienação fiduciária, ou seja, a troca do banco;
  • Custos com a avaliação do seu imóvel;

Além disso, caso o cliente não tenha nenhum vínculo com o novo banco que estará fazendo a concessão do novo crédito, é possível que sejam adicionadas novas tarifas para que aconteça a realização do cadastro que proporcionará o início dessa relação.

Portabilidade de financiamento imobiliário

Como fazer a simulação?

Já que você tem conhecimento de como proceder inicialmente com a portabilidade de financiamento imobiliário, vamos explicar como é feita a simulação dessa portabilidade.

Normalmente elas podem ser feitas nos sites dos bancos que realizam o financiamento de imóveis.

Dessa maneira, por meio de uma simulação envolvendo transferência de crédito você terá a possibilidade de analisar como a dívida que você tem, caso seja levada para uma nova instituição financeira, poderá te oferecer melhores condições de pagamento.

Sendo assim, é preciso que você apresente algumas informações para realizar a simulação, como:

  • Instituição financeira atual;
  • O saldo que você deve, atualizado;
  • O valor do seu imóvel;
  • O valor da parcela atualizada;
  • E os prazos restantes de pagamentos em meses;

Nesse artigo você entendeu melhor o que é a portabilidade de financiamento imobiliário, assim como algumas dicas de como fazer!

Leia também:

Telefone de Habitação Caixa
Internet Banking Caixa
Caixa Seguradora

Alessanderson Dubecker

A missão do Quero Telefone: Um mundo onde a experiência do cliente tem um impacto positivo e sustentado em indivíduos, organizações, sociedade e no bem-estar econômico do Brasil.