Telefone Pague Menos – SAC 0800, Atendimento, Whatsapp, Reclamação, Ouvidoria

Telefone Pague Menos

Está à procura do telefone Pague Menos? Além do telefone, você encontrará todos os meios disponíveis para falar com essa empresa. Ao longo deste texto, serão mostrados os seguintes contatos da Pague Menos: 0800, chat, ouvidoria, trabalhe conosco, e-mail, redes sociais, entre outros.

Qual é o telefone da Pague Menos?

Para falar com o SAC, o telefone Pague Menos é 0800 275 1313. O horário de atendimento é de segunda à domingo, das 06hs à meia-noite. Esse setor está disponível para receber sugestões, elogios, reclamações ou solicitações.

Qual é o chat da Pague Menos?

A farmácia Pague Menos não possui um contato para chat. Para falar com essa empresa, utilize os outros contatos mostrados neste texto. A Pague Menos faz o possível para dar um ótimo atendimento aos seus clientes.

Quais é o televendas da Pague Menos?

Para fazer pedidos na farmácia Pague Menos, existem duas opções. A primeira é acessar este link, se cadastrar no site e fazer seus pedidos. A segunda opção é ligar para o SAC da farmácia, cujo número é 0800 275 1313. O horário de atendimento é de segunda a sexta, das 06hs às meia-noite.

Qual é o e-mail da Pague Menos?

O e-mail da Pague Menos é [email protected]. Como esse e-mail pertence ao SAC da Pague Menos, ele oferece os mesmos serviços que o telefone dessa farmácia.

Qual é a ouvidoria da Pague Menos?

A farmácia Pague Menos não possui um canal de ouvidoria. Portanto, se o cliente tiver alguma reclamação a fazer, ele terá que utilizar um dos contatos mostrados neste texto. Como a Pague Menos tem uma equipe muito qualificada, ela consegue atender aos seus clientes com rapidez e eficiência.

A ouvidoria é o último recurso possível para reclamar com alguma empresa. Por isso, este setor só deve ser acionado após um contato prévio com o SAC da empresa reclamada. Quando a ouvidoria não consegue resolver o problema de um cliente, ele tem total direito de acionar a justiça.

Conforme mencionado acima, a Pague Menos não possui um canal de ouvidoria. Portanto, se o SAC dessa empresa não solucionar o problema do cliente, o reclamante será obrigado a procurar o PROCON. Assim, ele receberá as instruções necessárias e terá como brigar pelos seus direitos.

Qual é o trabalhe conosco da Pague Menos?

A Pague Menos preza demais os seus funcionários, por isso, ela faz o que pode para valorizar todos eles. Toda essa dedicação causa uma grande melhora no atendimento e nos outros serviços dessa farmácia, pois um funcionário bem tratado rende mais em seu trabalho.

A Pague Menos oferece oportunidades de emprego em vários estados do Brasil. Para acessar o trabalhe conosco dessa empresa, acesse este link. Depois disso, cadastre-se o seu currículo no site e veja se alguma vaga se encaixa em seu perfil. Se a Pague Menos se interessar pelos seu currículo, você será chamado para um processo seletivo.

Qual é o número de WhatsApp da Pague Menos?

O WhatsApp da Pague Menos é (85) 99924 5544. Esse contato pertence ao setor de fórmulas manipuladas dessa farmácia. Dessa forma, caso você queira manipular algum remédio, basta acionar este contato.

Quais são as redes sociais da Pague Menos?

A Pague Menos é uma empresa moderna e atenta ao avanço da tecnologia. Por conta disso, ela possui um excelente trabalho nas redes sociais. Por meio de canais como Facebook, Twitter e Instagram, é possível falar diretamente com os setores de atendimento dessa farmácia.

Para acessar as redes sociais da Pague Menos, escolha um dos links a seguir:

Resumo dos contatos da Pague Menos

Canais de AtendimentoMeios de Contato
Telefone (SAC)0800 275 1313
Central de atendimento0800 275 1313
Televendashttps://www.paguemenos.com.br/account#/orders
Lojas Pague Menoshttps://institucional.paguemenos.com.br/lojas
Facebookhttps://www.facebook.com/farmaciaspaguemenos
Instagramhttps://www.instagram.com/paguemenos
Twitterhttps://twitter.com/paguemenosbr
E-mail[email protected]
ChatNão possui
WhatsApp(85) 99924 5544
OuvidoriaNão possui
CNPJ06.626.253/0001-51

Como fazer reclamações sobre a Pague Menos?

Por mais conceituada que seja uma empresa, não é impossível que ela cometa algum erro e prejudique algum cliente. Nesse caso, é preciso conhecer os locais certos para fazer uma reclamação. Dessa forma, o consumidor prejudicado poderá brigar por seus direitos caso a empresa o prejudique de algum modo.

A seguir, conheça algumas alternativas para fazer reclamações sobre a Pague Menos:

Reclamação da Pague Menos no Reclame Aqui

Para reclamar sobre a Pague Menos no Reclame Aqui (RA), o primeiro passo é fazer o cadastro gratuito no site. Para fazer isso, acesse este link e crie o seu perfil. Depois disso, digite o seu texto e explique qual é o motivo da sua reclamação.

Numa escala de 0 a 10, a avaliação geral da Pague Menos no site Reclame Aqui é de 7,0. O Reclame Aqui classifica esse índice como “bom”. Entre abril de 2018 e abril de 2021, a Pague Menos recebeu 11686 reclamações e respondeu 11067. Isso corresponde a 94,7% de reclamações respondidas.

Se analisarmos o período entre janeiro e dezembro de 2020, essa empresa recebeu 5465 reclamações e respondeu 5229. Isso corresponde a 95,7% de reclamações respondidas.

Além de seu alto índice de respostas, a Pague Menos também possui um bom índice de reclamações resolvidas no RA. Se analisarmos apenas o ano de 2020, essa farmácia resolveu 84,1% das reclamações recebidas. Nesse período, a Pague Menos teve uma avaliação de 7,7. O RA classifica esse índice como “bom”.

Reclamação da Pague Menos no PROCON

Se, de algum modo, os clientes se sentirem prejudicados pela Pague Menos ou por qualquer outra empresa, eles podem acionar o Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON).

O PROCON é um órgão do Poder Executivo municipal ou estadual que foi criado para a proteção dos direitos e interesses dos consumidores.

O PROCON permite que os cidadãos lutem por seus direitos, pois ele oferece um contato direto com a população. Basicamente, o PROCON deve acompanhar de perto as relações entre consumidores e fornecedores. Como esse órgão foi criado para fiscalizar, ele deve servir como um porto seguro para o consumidor que for lesado por alguma empresa.

Para a criação de uma nova unidade do PROCON, é necessário que todos os procedimentos obedeçam às leis e aos decretos dos estados e dos municípios. A grande referência legislativa do PROCON é o art. 4º do Decreto 2181/97.

O atendimento aos consumidores é uma das principais funções do PROCON. Na maior parte dos casos, o consumidor deve receber um atendimento pessoal. Contudo, não há nenhuma lei que impeça o PROCON de usar e-mail, correspondência ou telefones para transmitir instruções aos consumidores.

Apesar do uso dessas ferramentas, é importante que, em algum momento, o consumidor seja atendido pessoalmente. Dessa forma, ele terá um contato direto com o órgão que irá representá-lo.

Além disso, o atendimento pessoal permite que o PROCON recolha as provas da reclamação do consumidor e o oriente de um modo mais eficiente e preciso. Para ser atendido no PROCON, não é necessário estar acompanhado de um advogado.

Além de orientar o consumidor, o PROCON também deve julgar e instruir a população. Ademais, tudo o que esse órgão fizer deve seguir um procedimento administrativo regular. Legalmente falando, o PROCON também possui a função de mediar conflitos e processos.

O processo administrativo do PROCON é uma combinação de atos ordenados e estabelecidos legalmente. O objetivo desse processo é fazer uma análise da reclamação do cliente e decidir se ela deve ser levada adiante ou não. Ter um processo administrativo disponível é importante, pois traz ao PROCON e aos órgãos relacionados maior credibilidade.

Justiça (juizados e agências)

Se você quer reclamar da Pague Menos judicialmente, o recomendado é acionar um juizado especial cível, pois ele representa instâncias específicas da Justiça de cada estado.

Qualquer pessoa física maior de 18 anos tem direito a esse recurso. Ademais, micro ou pequenas empresas e organizações da sociedade civil também podem acionar esse juizado.

As causas que os juizados especiais recebem não podem ultrapassar 40 salários mínimos. Se o valor da causa superar esse limite, mesmo assim, a indenização do consumidor não será maior que esse valor.

Se a causa recebida pelo juizado for menor que 20 salários mínimos, o reclamante não precisará contratar um advogado. No entanto, caso o valor supere esse limite, a presença deste profissional se tornará obrigatória. Os custos para contratação de um advogado estão definidos nas tabelas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de cada estado.

Para reclamar com um juizado, os documentos devem ser feitos por escrito. Ademais, eles devem estar acompanhados de cópias do RG, CPF, comprovante de residência e outros documentos que podem embasar o processo. Além disso, a reclamação deve ter os dados da pessoa acionada, como nome, endereço, nacionalidade e profissão.

Para resolver os processos recebidos, os juizados especiais sempre tentam fazer acordos. Por conta disso, o padrão deles é convocar audiências de conciliação. Se não houver consenso de forma alguma, o juiz do caso pode determinar uma sanção caso ele perceba que o consumidor está com a razão.

Resolver reclamações na justiça comum

Se o juizado especial não resolver o problema do reclamante, ele pode apelar para a justiça comum. Nesse caso, o consumidor terá que acionar o Tribunal de Justiça do seu estado. Para fazer isso, seja qual for o valor da causa, o reclamante é obrigado a contratar um advogado.

É bom lembrar que o Tribunal de Justiça não garante rapidez no processo, pois isso depende muito da posição do reclamante na fila de processos.

Fazer reclamações nas redes sociais da Pague Menos

Para fazer uma reclamação nas redes sociais da Pague Menos, basta entrar nos links do Facebook, Twitter ou Instagram dessa empresa e digitar o seu texto na caixa de mensagens.

Apesar das redes sociais serem ótimos canais de comunicação, a melhor coisa ainda é procurar os canais oficiais da Pague Menos ou até mesmo sites como o Reclame Aqui ou Consumidor.gov antes de reclamar nessas plataformas. Nos sites de reclamação, as chances da empresa resolver o problema são muito maiores.

Outro ponto importante é que, para fazer uma reclamação nas redes sociais, é preciso ter respeito e educação com a empresa reclamada. Por mais que o consumidor seja a parte vulnerável da negociação, as leis brasileiras protegem a honra de todos, até mesmo das empresas. Ou seja, não é permitido fazer ofensas, acusações difamatórias ou digitar palavrões em seu texto.

O que mais você precisa saber sobre a Pague Menos?

Fundada em 1981, na cidade de Fortaleza/CE, a Pague Menos é uma empresa brasileira especializada em produtos farmacêuticos. Em 2019, essa empresa possuía mais de 1100 lojas em todo o país. Ademais, ela faturou R$ 6,8 bilhões naquele ano.

De acordo com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (ABRAFARMA), a Pague Menos possui 20 mil funcionários, mais de 1100 lojas e possui trabalhos em 327 municípios. Isso lhe torna a terceira maior rede de farmácias do Brasil. O CNPJ dessa empresa é 06.626.253/0001-51.

Leia Também:

Telefone da Drogasil – SAC 0800, Chat, Reclamação, Ouvidoria
Telefone da Ultrafarma – Atendimento, SAC 0800, Reclamação, Ouvidoria
Telefone da Droga Raia – SAC 0800, Contato, Reclamação, Ouvidoria

Leave a Reply